11 de maio de 2015

Vêneto quer atrair visitantes da Expo Milano 2015

foto gondole e San Giorgio
foto palazzo Ducale angolare
foto ponte di Rialto

Fotos: Divulgação //

Projeto “Exponhamos o Vêneto” planeja eventos de maio a outubro.

Três aeroportos, trens de alta velocidade para Milão, cidades turísticas, praias, montanhas e passeios de enogastronomia são as características que a região do Vêneto, no nordeste da Itália, quer explorar para se tornar a “porta de entrada” dos mais de 20 milhões de visitantes esperados para a Expo Milano 2015, que começou no último dia 1o de maio e segue até 31 de outubro, em Milão.

Segundo pesquisa realizada pela EXPO 2015, 31% do público europeu que irá para a exposição pretende visitar outras cidades além de Milão. Entre os visitantes de fora da Europa, esse número sobe para 47%. Por isso, paralelamente à EXPO 2015, o Vêneto planejou sua própria exposição: o “Exponhamos o Vêneto”, com o objetivo de aproveitar a visibilidade e aumentar o fluxo de turistas na região, promovendo internacionalmente os produtos locais.

Durante os seis meses da EXPO 2015, o Vêneto vai realizar diversos eventos, muitos deles dentro do próprio tema da EXPO (Alimentando o planeta, energia para a vida), mostrando aos visitantes mais sobre sua agricultura, produção de vinho, carne, peixes e pães, mas também sobre seu território e infraestrutura, pesquisa e inovação e até mesmo seus artesanatos e lifestyle. Para isso, a região planejou ofertas direcionadas aos visitantes, com pacotes que incluem visitas à Expo Milano 2015 e visitas a algumas cidades vênetas.

“A exposição será uma ótima oportunidade para descobrir e conhecer as produções de milhares de empresas locais de diferentes dimensões, distribuídas por toda a região”, afirma Claudio De Donatis, Chefe da Diretoria de Promoção do Turismo Integrado da Região do Vêneto. “É uma excelente maneira de encontrar empresários e conhecer suas histórias e seu trabalho e também fazer negócios”.

O Vêneto recebe mais de 62 milhões de turistas anualmente e é o destino mais procurado da Itália, pois tem uma oferta turística diversificada que não se limita apenas a Veneza. É a região das montanhas Dolomitas, do Lago de Garda, o maior lago da Itália, de praias que recebem 50% dos turistas no verão, de spas e águas termais e, principalmente, de cidades muito ligadas a arte, cultura e gastronomia.

A Expo Milano 2015 contará com a participação de mais de 140 países, que mostrarão o melhor de sua tecnologia que ofereça uma resposta para a necessidade de garantir comida saudável e suficiente para todos, respeitando o planeta e seu equilíbrio.