2 de outubro de 2015

SOFIA STURMER


Fotos: Christiano Cardoso  // Produção: Estúdio Sports Mag  // Roupas: Track & Field – Porto Alegre

Nome: Sofia Sturmer

Apelido: Sofi e So

Idade: 19

Natural de: Porto Alegre

Formação: curso superior incompleto

Uma praia: Praia do Rosa

Um livro: “O Vendedor de Sonhos”, de Augusto Cury

Um lugar: minha sacada

A melhor comida pra mim é: a que é feita com amor.

Meu sonho de viagem: Indonésia

Time do coração: Inter

Quando começou a praticar o Método DeRose? Por quê?   Comecei a praticar em março de 2013. Eu era muito preguiçosa e não fazia nenhum tipo de esporte ou atividade física antes disso, o que incomodava muito meus pais. Eles insistiram tanto para que eu procurasse alguma atividade física de que eu gostasse, que decidi experimentar o yoga, pois acreditava que ficaria sentadinha na sala de prática, no escuro, fazendo “relaxamento”. Foi então que eu fui fazer uma aula experimental no Método DeRose… Foi uma surpresa para mim, a prática era totalmente diferente do que eu imaginava. No dia seguinte, eu sentia que tinha utilizado músculos que nem sabia que existiam no meu corpo! Me apaixonei pela atividade e me encontrei nela.

O que significa o Método DeRose para você?  O Método DeRose é um conjunto de técnicas e conceitos. As técnicas visam o desenvolvimento do tônus muscular, da flexibilidade, administração do estresse, reeducação respiratória, vitalidade, concentração e autoconhecimento. Já os conceitos aprimoram a qualidade de vida, boa alimentação, boas relações humanas, boa cultura e boa forma. O método transformou todos os âmbitos da minha vida, e sou muito grata por isso.

Você pratica todos os dias o Método DeRose?  Eu vou à escola duas a três vezes por semana, mas pratico em casa todos os dias.

Na sua opinião, todos os atletas deveriam praticar o Método DeRose?  Sim, sem dúvida. O Método DeRose é um método de qualidade de vida e alta performance, o que confere excelentes ferramentas para o desenvolvimento do atleta, tais como as técnicas corporais dinâmicas, que fortalecem o corpo do atleta, e a reeducação respiratória, que fornece mais energia e vitalidade, aprimorando suas emoções, dando-lhe vantagem em situações de pressão, por exemplo.