Costa Rica (MS) recebe prova preparatória para o Mundial de MTB 24 Horas Solo

Etapa sul-mato-grossense da Brasil Ride 24 Horas Series será realizada nos dias 21 e 22 de julho, com a realização também da Trail Run Series.

A cidade de Costa Rica, considerada a capital do Mato Grosso do Sul dos esportes de aventura, recebe nos dias 21 e 22 de julho a Brasil Ride 24 Horas Series de Mountain Bike. A prova é preparatória para o Campeonato Mundial de MTB 24 Horas Solo 2019, evento inédito no País e que será realizado em julho do ano que vem. No domingo (22), é a vez de mais uma etapa da Trail Run Series da Brasil Ride, a corrida de montanha do circuito, que conta com cinco etapas em 2018.

“Os brasileiros têm agora em julho uma chance única de conhecerem a pista do Mundial de 2019. Eles devem ter em mente que o Mundial de MTB 24 Horas Solo oferece diversas categorias de acordo com a idade e dá oportunidade aos amadores de serem campeões do mundo”, destaca Mario Roma, fundador da Brasil Ride. “Se você quer e sonha em ser campeão mundial no MTB, esse é o momento de ir para a Costa Rica, conhecer a pista e começar a caminhada na busca de um título mundial. E, para quem pensa que não está preparado para o Mundial, a melhor opção é montar uma equipe para pedalar com os amigos e ir preparando-se”, complementa Roma.

As 24 Horas de mountain bike é realizada em um formato de competição onde o objetivo é completar o maior número de voltas possíveis dentro do período de 24 horas. A prova em Costa Rica será disputada nas categorias solo, dupla, quarteto e sexteto. “Muitos atletas desconhecem o fato de que a prova não é disputada ininterruptamente e acabam achando que não são capazes de competir neste formato, muito popular no mundo inteiro”, destaca o fundador da Brasil Ride.

“Os integrantes das equipes das categorias dupla, quarteto e sexteto montam suas próprias estratégias, sendo que cada integrante dessas categorias percorrem cada volta sozinho, ou seja, ocorre um revezamento entre os integrantes da equipe. No final das 24 horas as equipes que conquistarem o maior número de voltas, dentro de sua respectiva categoria, é a campeã da disputa”, explica Mario. “Na categoria solo segue a mesma regra, completar o maior número de voltas em 24 horas, porém, não há revezamento”, conclui.

A pista da Brasil Ride 24 Horas Series em Costa Rica conta com 23 km de extensão e altimetria acumulada de cerca de 500 m, sendo a mesma em que os atletas do mundo inteiro irão competir daqui um ano no Campeonato Mundial de MTB 24 Horas Solo. “A pista que será utilizada nestas duas competições está pronta e posso dizer que ela representa o puro MTB. Se você procura um desafio, encare a disputa solo. Se você quer andar com seus amigos, monte uma equipe de revezamento, com duplas, quartetos ou até sextetos”, destaca Mario Roma.