Melo e Kubot são eliminados na estreia em Miami

Dupla cabeça de chave número 1, que defendia o título conquistado em 2017, não passou pelos norte-americanos Steve Johnson e Sam Querrey, nesta sexta-feira, na primeira rodada do Masters 1000.

Marcelo Melo e Lukasz Kubot foram eliminados na última sexta-feira, na estreia no Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos. A dupla – cabeça de chave número 1 e campeã no ano passado – não passou pelos norte-americanos Steve Johnson e Sam Querrey, que marcaram 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 7/6(7-0), em 1h16min.

“Foi um dos melhores jogos que fizemos este ano. Mais uma vez decidido nos detalhes. Infelizmente, não veio para o nosso lado. Temos que seguir treinando duro, para continuar jogando desta maneira. Assim, com certeza, os resultados virão”, explicou Marcelo, que tem o patrocínio de Centauro, BMG e Itambé, com apoio da Confederação Brasileira de Tênis.

No primeiro set, os norte-americanos conseguiram o break e abriram a vantagem no sétimo game, após Melo e Kubot terem tudo para confirmar o seu serviço. Johnson e Querrey fizeram então 4/3, abriram 5/3, para fechar a série em 6/4, após 31 minutos.

Já no segundo set, os norte-americanos quebraram no quinto game e quando parecia que iam repetir a série inicial, Melo e Kubot conseguiram o break e empataram em 5/5, dando início a uma reação em busca da virada. Mas, a definição foi para o tie-break e os adversários marcaram 7-0, comemorando a vitória por 7/6 e a vaga nas oitavas de final.

Catorze partidas, nove vitórias e o primeiro título da temporada em Sidney

O mineiro Marcelo Melo, 34 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 35 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada 2017. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Em 2017, a dupla Melo e Kubot disputou 24 torneios, conquistou seis títulos, venceu 51 jogos, com apenas 18 derrotas. Entre essas vitórias está a 400ª da carreira do brasileiro, obtida na estreia em Roland Garros.

Em 2018, até agora, foram 14 jogos e nove vitórias – quatro em Sidney, com o título do ATP 250, três no Australian Open, em Melbourne, ambos na Austrália, uma no ATP 500 de Roterdã, na Holanda, e uma no Rio Open, no Rio de Janeiro.

Melo e Kubot dividem a liderança do ranking mundial individual de duplas da ATP. Na última segunda-feira, Marcelo alcançou a marca de 50 semanas no topo ao longo da carreira.