Michel Macedo encerrou participação brasileira nos esportes de neve

Na noite da última terça-feira, Michel Macedo foi responsável por encerrar a participação brasileira nos esportes de neve dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang 2018.

Na pista de Yongpyong, o esquiador de 19 anos disputou a prova técnica de Slalom em pista com elevado grau de dificuldade e não concluiu a primeira manga.

“Eu estava preparado, me sentindo bem lá em cima. Os últimos dias de treino foram bons e meu joelho estava melhorando. Achei que estava esquiando bem e tentei liberar um pouco no final para chegar mais rápido onde fica mais íngreme, mas cometi um erro e não pude terminar a prova”, comentou Macedo.

Desafiadora, a prova de Slalom, disciplina mais técnica do programa olímpico para a modalidade, exigiu bastante dos 108 atletas participantes. Apenas 52 conseguiram finalizar a primeira descida e registrar tempo para a segunda descida. Já na segunda, outros nove não chegaram ao fim, com apenas 43 atletas tendo terminado a disputa. Largando entre os mais rápidos da competição, o austríaco Marcel Hischer, um dos favoritos, foi um dos que não conseguiu finalizar o percurso ainda na primeira manga. No fim da segunda descida, o até então líder da prova, Henrik Kristoferssen, também perdeu um gate e não terminou a prova, deixando o pódio formado pelo sueco Andre Myher com o ouro, o suíço Ramon Zenhaeusen com a prata e o austríaco Michael Matt com o bronze.

Sobre o aprendizado com as disputas do Slalom Gigante e o Slalom, após recuperação de inflamação no joelho, e o futuro pós-jogos, Macedo pontuou: “Acho que aprendi muito aqui, tive de lutar muito por conta do joelho o tempo inteiro. Sabia que estava nos Jogos Olímpicos, então não tinha melhor jeito de aprender. Estamos no meio da temporada, então devo retornar para casa e continuar competindo para melhorar meus pontos FIS nos Estados Unidos. Quero continuar evoluindo e melhorando”.