Scheidt inicia temporada 2018 da vela internacional na Classe Star

Bicampeão olímpico terminou a primeira regata da competição em sétimo lugar entre 80 barcos e está animado com a expectativa do aumento de ventos a partir desta quarta-feira.

A temporada 2018 já começou para Robert Scheidt. O bicampeão olímpico disputa a Classe Star na Bacardi Cup, em Miami, nos Estados Unidos. Velejando com o proeiro Brian Fatih, o brasileiro terminou a primeira regata da competição na sétima posição na última segunda-feira.

“Tivemos vento fraco nesse primeiro dia e esperamos muito para começar a prova. Não tive uma boa largada e tive muitos problemas no início, mas consegui recuperar bastante e chegar em sétimo lugar. Desta forma, fazer uma regata de top 10 em condições assim é um bom começo. Isso porque, em condições como essa, em uma flotilha de alto nível, com 80 barcos, é fácil escorregar e chegar lá atrás. O fato de termos nos recuperado mostra que estamos com boa velocidade e podemos velejar bem nessa competição. Para amanhã (quarta-feira), a previsão é para aumento de vento”, explica o maior medalhista do Brasil, com cinco pódios, e que tem patrocínio do Banco do Brasil, Rolex e apoio do COB e CBVela.

A vitória na primeira regata da Bacardi Cup foi do norte-americano Augie Diaz e do proeiro brasileiro Bruno Prada, que lideram com 1 ponto perdido. Scheidt e Fatih estão em sétimo, com 7 pontos perdidos. O Brasil tem mais barcos na disputa em Miami: Alessandro Pascolato / Henry Boening (15º lugar na regata inicial), Admar Gonzaga Neto / Alexandre Figueiredo de Freitas (25º), Lars Grael / Samuel Gonçalves (37º), Marcelo Fuchs / Ubiratan Matos (73º).