Atletas Shimano vencem provas

Foto: Caio Storti //

Enquanto Chamorro e Cristiane da Silva foram os campeões no Granfondo, o paraciclista Josimar Sena venceu o contrarrelógio no Brasileiro e ficou com o vice na prova de resistência. Na Alemanha, Raiza Goulão foi a melhor atleta do País na segunda etapa da Copa do Mundo de MTB.

O Shimano Sports Team esteve representado neste último fim de semana por atletas das mais distintas modalidades no Brasil e no exterior. Em terras brasileiras, o aproveitamento foi excelente, com três vitórias em provas de speed: a dobradinha de Francisco Chamorro e Cristiane da Silva (ambos da Funvic Soul Cycles) no Granfondo Brasil de Ciclismo, em Ubatuba (SP), e um triunfo no contrarrelógio e um vice na resistência de Josimar Sena (Vemex/Shimano/Univap) na abertura do Campeonato Brasileiro de Paraciclismo, em Araraquara (SP). Fora do País, quem destacou-se foi a brasileira Raiza Goulão (Specialized Racing BR), obtendo o melhor resultado nacional na Copa do Mundo da Alemanha de MTB, em Albstadt, o 31º lugar.

Na disputa masculina do 10º Granfondo do Brasil de Ciclismo, o argentino Francisco Chamorro concluiu os 97 km de percurso, de ida e volta entre Ubatuba e a divisa com o estado do Rio de Janeiro pela BR-101, conquistando o primeiro lugar em 2h30min54seg079, menos de três décimos de segundo a frente do vice-campeão, Bruno Tabañez. Companheiros de equipe de Chamorro, Otávio Bulgarelli e André de Almeida também subiram no pódio, na terceira e na quinta colocações, respectivamente. “O Granfondo é uma prova muito legal. Na minha opinião, tem que ser realizada todos os anos. Ela incentiva os amadores e isso fortalece nosso esporte”, disse Chamorro.

Entre as mulheres, Cristiane da Silva completou a prova em 2h39min23seg063, com vantagem de mais de oito minutos em relação a segunda colocada, Tâmara Vilela. “Já fui vice-campeã em duas oportunidades e agora consegui vencer. Estou muito feliz com o resultado. O Granfondo em Ubatuba é uma prova incrível, desafiadora e seletiva, que faço questão de participar. Como passista, quero sempre percursos com subidas e descidas, como era a característica deste desafio. Foi um final de semana perfeito”, relatou a ciclista de Ilha Solteira (SP).

Em Araraquara, o mineiro Josimar Sena teve ótimo desempenho nas duas provas realizadas na abertura do Campeonato Brasileiro de Paraciclismo. Após completar a disputa de resistência, no último sábado, na segunda colocação, Josimar subiu no lugar mais alto do pódio no contrarrelógio no domingo. A vitória veio com uma diferença de mais de 21 segundos para o vice-campeão. Josimar utilizou mais uma vez a handbike Bólido CX1 da Vemex, com câmbio eletrônico Shimano Ultegra Di2 de 22 velocidades.

Copa do Mundo de MTB

A cidade de Albstadt foi o palco da segunda etapa da Copa do Mundo de MTB Cross Country Olímpico (XCO) neste fim de semana. Enquanto Raiza Goulão obteve a melhor colocação entre os representantes do Brasil, a mineira Isabella Lacerda (LM/Sense de MTB) não concluiu a disputa e o paulistano Luiz Cocuzzi (Scott/Shimano/Lar) foi o 129º entre os homens. “A palavra que melhor define meu sentimento após a prova é felicidade. Tanto pela conquista da vaga olímpica, quanto pela evolução nos resultados. Após o 68º lugar em 2014 e o 40º no ano seguinte, sair daqui com o 31º e sem ser cortada nos 80%, mostra que estou evoluindo e fazendo um excelente trabalho”, destacou Raiza.

Abieto da Argentina de MTB

O catarinense Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano) fez neste domingo sua última prova antes da conclusão do ciclo olímpico, no próximo dia 25. Com a quinta colocação, Pscheidt somou mais 10 pontos nos rankings mundiais e ficou distante do sonho de representar o Brasil na Rio 2016, uma vez que o campeão em La Calera, em Córdoba, foi o mineiro Rubinho Valeriano. Nesta terça-feira, a UCI (União Ciclística Internacional) deve divulgar o ranking atualizado e o País conhecerá seus representantes no Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

“Fico um pouco chateado por não ter conquistado a vaga olímpica, mas por outro lado me sinto feliz por ter ajudado o Brasil na luta pela segunda vaga no masculino para a disputa em agosto, em Deodoro. Mesmo ficando atrás do Rubinho Valeriano por uma pontuação apertada, sei que contribui de forma direta e decisiva para que o País possa ter mais um representante, caso isso seja confirmado na divulgação do ranking”, avaliou Pscheidt, que nesta quinta-feira disputa o Festival Brasil Ride Botucatu, em busca do segundo título da competição.

Pan-Americano de Estrada

A seleção brasileira de ciclismo contou com três atletas do Shimano Sports Team no Campeonato Pan-Americano de Estrada, realizado em Táchira, na Venezuela: Magno Nazaret, João Marcelo Gaspar e Daniela Lionço, os três da equipe Funvic Soul Cycles. Os melhores resultados do trio vieram com Gaspar, oitavo colocado na estrada, mesma colocação de Nazaret no contrarrelógio. Enquanto no feminino Daniela foi a décima na estrada, no contrarrelógio a paranaense completou em nono lugar.

Tour da Califórnia

A Weber Shimano Ladies Power encerrou neste domingo sua participação no Tour da Califórnia, primeira competição no calendário UCI Women’s World Tour para o quinteto formado por Luciene Ferreira (Brasil), Jessenia Meneses e Rocío Parrado (ambas da Colômbia), e Caterin Previley e Mercedes Fadiga (as duas da Argentina). Jessenia Meneses, 7ª no sub-25, e Rocío Parrado, a 23ª no geral, obtiveram as melhores classificações da única equipe latino-americana presente na disputa.