28 de setembro de 2015

Bradesco leva judô aos Arcos da Lapa

Arcos 2 - Marlon Falcão

Foto: Marlon Falcão //

Judoca performático de 220 kg desafiou o público que passou pelo local ao longo do dia.

Ação faz parte da promoção do Super Desafio BRA de Judô, que reuniu as seleções de Brasil e Alemanha no domingo, no Teatro Bradesco do Rio de Janeiro.

Na última sexta-feira, os Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro, amanheceram de uma forma diferente. Um tatame e um judoca performático de 220 kg foram acrescentados ao cenário do símbolo arquitetônico carioca, como forma de promover o Super Desafio BRA de Judô. A disputa, que aconteceu no domingo, colocou frente a frente as seleções de Brasil e Alemanha, no Teatro Bradesco, na Barra da Tijuca.

Durante a ação desta sexta, o judoca gigante convidou pessoas do público para enfrentá-lo no tatame. Os mais corajosos, que aceitaram o desafio, tinham a chance de ganhar um par de ingressos para o evento de domingo. Mas para isso precisavam derrubar o ator. E alguns conseguiram.

Um deles foi Matheus Henrique Almeida Cabral, 24 anos, que é praticante de jiu jitsu. “Foi muito legal, divertido. Tentei pensar em usar o peso dele a meu favor, já que ele é bem mais pesado do que eu. Deu certo”, comenta, garantindo presença no teatro, domingo.

O judoca Victor Penalber, medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (2015) e no Mundial de Astana (2015), esteve presente no local para ver de perto a ação. “Acho que o inusitado é o que atrai o público. O desafio é o que move, assim como o atleta, o desafio nos move todo dia, temos um objetivo de tentar sempre superá-lo”, afirma.