Brasil conquista títulos no Arnold Sports Festival

Prévia do evento que será em São Paulo, de 20 a 22 de abril, competição criada por Schwarzenegger e disputada em Ohio comemorou o aniversário de 30 anos e contou com atletas como Angelica Teixeira, que conquistou o bicampeonato na categoria Bikini.

O Arnold Sports Festival comemora 30 anos em 2018. O evento de 2018 foi de 1 a 4 de março, no Greater Columbus Convention Center, em Ohio, e reuniu cerca de 200 mil fãs de esportes e fitness para acompanhar 18 mil atletas, que competiram em 75 modalidades. O Brasil marcou presença no evento criado por Arnold Schwarzenegger e Jim Lorimer em 1989, e fez bonito, com grandes apresentações, vitórias e conquistas de títulos. Além disso, a equipe do Arnold Sports Festival South America (que será entre 20 e 22 de abril, no Transamérica Expo Center, em São Paulo) também marcou presença nos Estados Unidos.

As mulheres mostraram a força do Brasil em Ohio. Angelica Teixeira dominou o palco do Greater Columbus Convention Center para conquistar o bicampeonato da categoria Bikini Internacional. “Dedico essa vitória ao meu marido, minha família, meu coach e aos meus patrocinadores. Sem eles eu não teria conseguido essa conquista”, afirmou a atleta profissional que recebeu a premiação das mãos do próprio Arnold Schwarzenegger.

Campeã do Arnold Model Search South America em 2017, Tatiele Polyana conquistou o vice-campeonato no maior concurso de beleza fitness do mundo, Arnold Model Search, em Ohio. “Fiquei em segundo lugar representando o Brasil, mas o sentimento é de gratidão e dever cumprido, cheguei com o shape como planejamos e todo meu esforço e dedicação valeram a pena. Dei o meu melhor e a equipe que me acompanhou também. Meu muito obrigado a todos e também pelas pessoas que me incentivaram e torceram por mim”, declarou a musa fitness, que usou as redes sociais para se comunicar com os fãs.

Natalia Coelho também conquistou uma medalha de prata para o Brasil. Exibindo uma forma física impecável, terminou em segundo lugar na categoria Women’s Physique International. “Estou muito feliz. Claro que todo atleta sempre treina com foco no primeiro lugar, mas conquistar o vice-campeonato em meu primeiro Arnold Classic Festival e na minha segunda competição da Physique foi incrível. Estou muito orgulhosa e honrada de estar nessa posição”, informou a atleta, que antes disputava a categoria Figure.

Na categoria Fitness Internacional, a brasileira com cidadania alemã Regiane da Silva, conseguiu a quarta colocação. Esta foi a mesma posição final de Michele Silva, na Figura Internacional.

Masculino

Na Classic Physique, Lucas Di Santi. Campeão na sua categoria e no overall, conquistou seu Pro Card para se tornar o primeiro brasileiro profissional nessa nova categoria, que ganha cada vez mais popularidade entre os fãs do esporte. “Gostaria de cumprimentar todos os competidores da Arnold Classic Physique Amador que estiverem em Ohio. Todos em grande forma física. Foi minha primeira vez no palco desse grande evento. Agradeço a minha família, equipe, patrocinadores e fãs e quero compartilhar a alegria desse marco em minha carreira profissional dando continuidade ao caminho escolhido”, afirmou.

Rafael Otero

Na categoria Men’s Physique, Rafael Otero e Matheus Teixeira trouxeram mais dois títulos para o Brasil. Rafael venceu na categoria acima de 1,75 metro, enquanto Matheus foi campeão na acima de 1,82m. “Levou quase 5 anos, mas eu provei para mim mesmo que essa história de ‘você nasce mens physique, é a categoria que te escolhe’ não é uma realidade completamente imutável. Você nasce dono da sua própria vida e corre atrás dos seus sonhos com tudo o que tem! Se você consegue ou não, vai depender do quanto você está disposto a se esforçar e continuar tentando. Meu sonho era ser profissional na categoria que eu mesmo escolhi e admiro, independente de genética ou qualquer outra circunstância”, desabafou Rafael.