5 de novembro de 2015

Brasil Enduro Series celebra crescimento da segunda edição

268347_554559_bes_terceira_etapa_2015_20151101_145341_xmt8850

Foto: Ximiti //

Competição pioneira de Enduro MTB no País contou com três etapas em 2015, passando por Nova Lima (MG), etapa internacional em Urubici (SC) e o encerramento em Petrópolis (RJ).

A conclusão de mais uma edição bem sucedida do Brasil Enduro Series, competição pioneira de Enduro MTB no País, traz felicidade e confiança aos organizadores do evento. Após a terceira e última etapa do ano, realizada em Petrópolis (RJ), os campeões nacionais nas oito tradicionais categorias, além das três novas, kids 1, 2 e 3, foram conhecidos pelo público. O BES teve início em Nova Lima (MG), em fevereiro, passou por Urubici (SC), em agosto, sendo válido pelo circuito latino-americano, e teve encerramento em novembro, na cidade da região serrana do Rio de Janeiro. A edição deste ano apresentou um aumento de 16% no número de competidores.

“Foi uma temporada muito positiva. Tivemos um acréscimo considerável de novos pilotos e subimos de 458 para 530 participantes. Como organização, demos um salto grande. Estamos mais afinados e a equipe bem coesa, com pessoas fazendo a diferença para ‘fazer acontecer’. Como já disse várias vezes, organizamos o Latam, o que é um reconhecimento incrível e o feedback positivo deles foi muito bom, com nota máxima em praticamente todos os quesitos da avaliação dos organizadores. O BES segue consolidando-se e a galera vem curtindo cada vez mais”, comemorou Théo Duarte, organizador do Brasil Enduro Series.

Das oito categorias realizadas no ano da estreia, em apenas três o BES teve bicampeões, com Andre Melo, campeão da máster 2 após vencer a máster 1 em 2014, e Helio Nassarralla e Robert Marent, ambos com as hegemonias na máster 3 e na sênior, respectivamente. Na principal disputa do evento, a pro, Andre Bretas confirmou uma temporada excepcional, depois de parar por dois anos após uma grave lesão, e consagrou-se campeão nacional.

Na expert, Mauricio Bernardi também mostrou que todo esforço é recompensado. Após o vice-campeonato na amador em 2014, o catarinense seguiu treinando forte e foi campeão de uma das principais categorias, com desempenho igual a Bretas, uma quarta colocação em Nova Lima, título em Urubici e vice em Petrópolis. Na máster 1, Yuri Bogner conseguiu tirar uma diferença de 160 pontos para o então líder, Evandro Soldati, e levou o título com a vitória na final.

Christian Ferreira, natural de Petrópolis, também seguiu a receita de Yuri, porém com um feito ainda maior na amador. Terceiro no geral antes da decisão, Christian estava 320 pontos atrás do então líder, Ednaldo Neres. Os 600 pontos da vitória e a sexta colocação de Endaldo, deram ao petropolitano o título inédito na carreira do atleta de Downhill. Por fim, entre as mulheres, Raquel Couto assegurou a liderança e garantiu o título em seu primeiro ano no Enduro. Atleta de Cross Country, Keka, como é conhecida, soube administrar a pressão para garantir o troféu da temporada.

“Realmente o BES está cada vez mais consolidado. E o que sentimos é cada vez maior a migração dos atletas do Cross Country e, principalmente, do Downhill para o Enduro. Sentimos que o DH está perdendo um pouco da sua força porque a vibração do Enduro é muito bacana, bem mais divertido e descontraído, reunindo os amigos e trazendo a essência do mountain bike”, avaliou Théo.

“Confirmamos o sucesso da edição pelo nível da organização e pelo retorno de mídia, com nossos vídeos e fotos atingindo também os meios de comunicações estrangeiros como Pink Bike, Enduro Magazine, Bike Channel, da Itália, e Better Than Four, por exemplo, o que espalha nosso evento pelo mundo. Após o Latam em Urubici também cresceu mais o interesse dos estrangeiros. Atletas top 10 do ranking mundial estiveram em contato para vir, mas infelizmente não deu certo. Os diversos atletas de fora do país presentes neste ano mostram que estamos bem vistos na cena”, destacou Théo Duarte. “Até o fim deste ano anunciaremos os detalhes da próxima temporada”, concluiu.