Brasil fica entre as oito melhores do Mundo

Foto: Luis Ruas/CBH  //

Alemanha, Grã Bretanha, Holanda, França, Austrália e Irlanda classificam-se para os Jogos Olímpicos do Rio 2016; Equipe brasileira de salto está pronta para o início da competição.

Além do título de melhor do mundo no Concurso Completo de Equitação, estavam em jogo também seis vagas para os Jogos Olímpicos do Rio 2016. Depois das provas de adestramento e cross country, foi a vez dos conjuntos se apresentarem no salto, encerrando o último dia de competições desta modalidade considerada o triatlo do hipismo. Sessenta conjuntos entraram na pista do estádio D`Ornano, em Caen, na Normadia. A equipe brasileira, que competiu com três conjuntos e sem descartes ficou em oitavo na classificação geral (387.7pts) a frente de fortes equipes como Nova Zelândia, Estados Unidos e Bélgica. A Alemanha ficou com o ouro, seguida de Grã Bretanha e Holanda.

O experiente Marcelo Tosi foi o primeiro a entrar em pista pelas cores verde e amarela. Com três faltas Eleda All Black se aposentou das competições e terminou em 53o. ” Nosso resultado foi bom de um modo geral. Essa foi a última competição do meu cavalo que está com dezessete anos. Para o Pan e os Jogos do Rio, estou trabalhando com três outras opções de cavalos para brigar por uma vaga”, disse Tosi.

Praticando CCE há pouco mais de ano, Gabriel Cury participou de seu primeiro Jogos Equestres Mundiais e ficou bastante satisfeito com seu resultado. Com Grass Valley, ele fez apenas uma falta no percurso de hoje. ” A pista estava muito difícil e quase consegui fazer zero. Para mim foi uma sensação muito boa. Poder viver tudo isso foi muito especial e gostaria muito de agradecer ao Mark Todd ( técnico da equipe) por esta temporada, pois só em estar ao lado dele, já aprendo muito. Além de um obrigado especial a CBH, ao BNDES que proporcionaram a gente estar aqui”, comentou Gabriel de 20 anos, que terminou o individual em 42o.

Ruy Fonseca e Tom Bombadill Too encerrou a participação brasileira na modalidade com seis faltas (39o). ” Eu sei que meu cavalo poderia ter saltado muito melhor hoje. Sem dúvida, o rendimento dele hoje foi abaixo do que ele pode fazer. Mas ao mesmo tempo, depois do cross de ontem, ele ficou bem cansado”, comentou Ruy que está com Tom Bombadill há seis anos e pretendo focá-lo na preparação para os Jogos do Rio 2016.

A Alemanha foi a grande campeã por equipes com 177.9. A Grã Bretanha ficou com a prata com 198.8. Holanda completou o pódio com 246.8 . Além dos três medalhistas, França, Austrália e Irlanda garantiram vaga para o CCE nos Jogos Olímpicos do Rio.

Pelo individual, dobradinha da Alemanha no último dia. Sandra Auffarth / Opgun Louvo fez um percurso sem faltas, assumiu a liderança e ficou com o ouro. Michael Jung / Fischerrocana Fst também com percurso sem faltas ficou com a prata e o britânico William Fox-Pitt / Chlli Morning com uma falta terminou com o bronze. Dos 91 conjuntos que começaram o primeiro dia de provas do CCE, 32 não chegaram até o final.

Os Jogos Equestres da Normandia entram na sua segunda semana nesta segunda. O Brasil estará representado com as equipes de volteio, que chegou neste domingo a Caen, e com a de salto, que teve seus cavalos aprovados na inspeção veterinária hoje de manhã. À tarde, o Brasil fez um treino de reconhecimento no Estádio D`Ornano e nesta segunda, a partir de 10h30 ( horário local) participa da prova de aquecimento. A modalidade de saltos dará cinco vagas para os Jogos Olímpicos do Rio 2016.