Brasil Ride 2014: Faltam 27 dias

Foto: Fernando Monteiro //

Contagem regressiva para maior competição de mountain bike das Américas que acontecerá de 19 a 25 de outubro, cobrindo cerca de 600 quilômetros entre trilhas e caminhos históricos da região da Chapada Diamantina.

O maior desafio de bicicleta de montanha da América Latina começa daqui um mês na região da Chapada Diamantina, na Bahia. Entre os dias 19 e 25 de outubro, competidores profissionais e amadores, oriundos de 17 países e mais de 20 estados brasileiros, se encontram para uma experiência única no coração do país paraBRASIL RIDE 2014, com 7 dias de muito pedal, autoconhecimento e contato com a natureza.

A 5ª edição da Brasil Ride Ultramaratona de Mountain Bike apresenta muitas novidades, oferecendo sempre estrutura completa aos participantes e realizada num cenário exuberante, que carrega o lema de ser “Mais do que uma competição, uma etapa da vida”.

O principal destaque é o envolvimento de grandes marcas e novas empresas que passam a patrocinar a Brasil Ride 2014, mostrando que o evento ocupa uma posição reconhecida no marketing esportivo:

“É com grande prazer que anunciamos a chegada de empresas conceituadas como Blue Chips: Trek Bikes, Oakley e a Caixa Econômica Federal, que juntam-se ao Ministério do Esporte, SUDESB e Governo do Estado da Bahia, Shimano, Gorgeous Eventos, Thule, Kailash, entre tantos outros parceiros importantes, para viabilizar o sucesso do evento”, comenta Mário Roma, fundador da Brasil Ride.

Outra inovação é a criação de novas categorias, surgindo novas camisas (Jersey) para os líderes de 3 novas divisões, estimulando ainda mais a competitividade entre as equipes formadas por duplas. As mulheres – Divas Brasil Ride – ganham a exclusiva camisa de líder na cor azul turquesa para coroar as ciclistas mais rápidas do continente americano, equiparando-se aos homens mais rápidos da América, que já possuíam a distinção pela camisa de líder na cor branca.

A novidade é a categoria Nelore, que é composta por dois membros independentemente do sexo, onde ambos no momento do registro da corrida, devem pesar mais de 90kg, colocando os atletas de mais peso em disputa por uma “jersey”, uma inovação em eventos de mountain bike trazida pela Brasil Ride pensando em todos os níveis de atletas. Por sua vez, a categoria Corporativa, única disputada por 3 integrantes com formação livre e caráter de revezamento, agora passa a contar posição na classificação geral, ganhando também uma camisa de líder na cor preta. Com isso, teremos no total 9 títulos da Brasil Ride em disputa, somado as categorias tradicionais: Open, Feminino, Mista, Master (acima de 40 anos) e Grand Master (acima de 50 anos).

Outro diferencial da Brasil Ride 2014 é a distribuição de pontos no ranking internacional da UCI (União Ciclística Internacional), que acontece desde 2013, mas que neste ano passa a validar a pontuação no sistema de classificação de vagas nos Jogos Olímpicos Rio 2016!

“Será um edição histórica não só para a Brasil Ride, como para o mountain bike brasileiro. São 5 anos de muito trabalho e ficamos felizes por receber os atletas mais respeitados do ciclismo mundial no pelotão 2014 e estar contribuindo na conquista por mais vagas para os atletas nacionais nos jogos do olímpicos do Rio, além de fomentar o desenvolvimento do esporte olímpico”, acrescenta Mário Roma.

A Brasil Ride proporciona 7 dias de muito pedal pelas trilhas da Chapada Diamantina (BA), somando aproximadamente 600 quilômetros de percurso, com 13.117 metros de subidas acumuladas! Sempre com trilhas novas, mas sem alterar a característica original do desafio, mantendo as etapas e os trechos “clássicos”, com a trilha do Vietnã, no segundo dia, assim como a prova de cross country olímpico (XCO), no terceiro dia de evento.

Para finalizar com chave de ouro, o último dia de evento recebe a “Maratona Brasil Ride”, uma competição em paralelo com aproximadamente 60km, válida pelo Campeonato Baiano de MTB Maratona (XCM), proporcionando a todos os ciclistas da Estado da Bahia e do Brasil a oportunidade de pedalar com seus ídolos.