10 de novembro de 2015

Brasileiro Marcelo Melo conquista Masters 1000 de Paris

imagem_release_532898

Foto: João Neto //

De volta ao lado de Ivan Dodig, o tenista número 1 de duplas venceu Vasek Pospisil e Jack Sock.

Número 1 do ranking de duplas até a temporada de 2016, o tenista brasileiro Marcelo Melo vence seu quarto título consecutivo nesse ano. Voltando a disputar um torneio ao lado do croata Ivan Dodig, seu habitual parceiro, ele venceu a dupla Vasek Pospisil e Jack Sock no último domingo por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 3/6 e 5/10, e conquistou o ATP World Tour Masters 1000 de Paris.

Ao final da partida, o mineiro, que é patrocinado pela Centauro, destacou a importância de Paris para sua carreira, principalmente nesse ano, onde conquistou todos os torneios que disputou lá, incluindo Roland Garros, seu primeiro Grand Slam. “Preciso dizer que esse é um lugar muito importante para mim porque, além de ter conquistado esse Master Series, foi aqui que eu me tornei o primeiro do mundo. Portanto, considero aqui [Paris] minha segunda casa”, revelou o tenista. Ele fez também um agradecimento à torcida brasileira presente na França, a sua família e a sua equipe, em especial, o parceiro Dodig.

“É claro que preciso agradecer ao Ivan, pois desde que começamos a jogar juntos, me tornei um tenista muito melhor. Meu muito obrigado também à minha família, à minha equipe e a todos os brasileiros fãs de tênis que sempre nos apoiam. Não importa onde ou quando jogamos, eles estão sempre nos incentivando. Foram quatro títulos consecutivos e com certeza não estaríamos aqui se não fosse a ajuda de vocês”, completa.

Após vencer do ATP 500 do Japão, o Masters 1000 de Xangai e o ATP 500 de Viena, o tenista chega a sua 15ª vitória seguida em 2015 e agora se prepara para encerrar a temporada no ATP World Tour Finals, em Londres, na próxima semana.Na sexta-feira, dia 06, Marcelo Melo consolidou sua posição de número 1 do ranking até a temporada de 2016. A notícia veio após as derrotas dos irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan e da dupla Horia Tecau e Jean-Julien Rojer, ambas nas quartas de final do torneio. Mesmo vencendo o ATP Finals, nenhum dos estrangeiros somarão pontos suficientes para ultrapassar o feito do brasileiro em 2015.