7 de outubro de 2015

Campeão brasileiro abre a final do Oi SuperSurf

265814_546388_1408_binolopes_creddanielsmorigosupersurf

Foto: Daniel Smorigo //

O paulista David do Carmo é um dos concorrentes ao título do Oi SuperSurf e foi escalado na primeira bateria que está marcada para nesta quarta-feira na Praia de Itaúna, em Saquarema.

A grande final do Oi SuperSurf 2015 vai começar em alto nível, com o paulista David do Carmo, campeão brasileiro de 2013, abrindo o campeonato nesta quarta-feira em Saquarema (RJ). Ele não fez a inscrição dentro do prazo, perdeu a condição de cabeça de chave para entrar direto na quarta fase e terá que competir desde o início. David é um dos vinte surfistas que vão brigar pelo título de campeão das quatro etapas do Oi SuperSurf 2015 e pela liderança no ranking da Associação Brasileira de Surf Profissional nesta semana na “Cidade do Surf” da Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

Ainda restam sete vagas para completar o limite de 160 participantes atingido nas outras etapas. A bateria de David do Carmo é uma das que ficaram só com três competidores e seus adversários são dois surfistas do Rio de Janeiro, José Eduardo e Rodolfo Queiroz. Esta primeira rodada do Oi SuperSurf de Saquarema está cheia de atrações. O carioca Marcelo Trekinho, que é recordista com três notas 10 na história do SuperSurf na década de ouro do Circuito Brasileiro – de 2000 a 2009, está escalado na segunda bateria com três surfistas que também gostam de ondas pesadas como as da Praia de Itaúna, o carioca Eric de Souza e o uruguaio Marco Giorgi, que mora em Garopaba (SC).

Até o carioca Pedro Scooby, especialista em surfar ondas gigantes pelo mundo, vai competir em Saquarema. Ele está na sétima bateria com outro carioca, Guilherme Tripa, contra dois paulistas, Emerson Santos e Johnny Lacerda. Na disputa seguinte, entra outra fera em ondas grandes do Rio de Janeiro, Jeronimo Vargas, com um bicampeão mundial Pro Junior da World Surf League, o cearense Pablo Paulino, além do capixaba Lucas Pazolini. Também na primeira fase estreia o único representante de Fernando de Noronha no Oi SuperSurf 2015, Patrick Tamberg, na 11.a bateria. E alguns surfistas de Saquarema também vão competir, como os irmãos João Chianca e Lucas Chumbinho, entre outros.

A previsão dos organizadores é realizar 24 baterias no primeiro dia, as dezesseis da rodada inicial e mais oito da segunda fase, quando entram 32 pré-classificados para enfrentar os que passarem pela primeira fase. Se David do Carmo estrear com vitória no primeiro confronto do dia, terá que voltar ao mar para enfrentar outro campeão brasileiro, o carioca Gustavo Fernandes, que faturou o seu título no SuperSurf de 2008. E o experiente carioca Raoni Monteiro, que estava na elite mundial do WCT até o ano passado, também deve competir já na quarta-feira, pois está escalado na sexta bateria da segunda fase e a programação é rolar até a oitava.