Chloé Calmon atrás do título mundial de surfe

Foto: Divulgação //

Brasileira disputa Mundial de Longboard podendo trazer conquista inédita para o surf brasileiro e feminino.

Não é só no surf masculino que o Brasil briga pelo título mundial na WSL. O longboard pode coroar nos próximos dias em Taiwan a primeira brasileira campeã mundial em Chloé Calmon. A carioca de 23 anos é a atual líder do ranking internacional e vem em uma sequência histórica de 27 competições terminando sempre entre as três melhores, sendo considerada uma das favoritas ao lado de quatro ex-campeãs mundiais: Tory Gilkerson, Rachael Tilly, Chelsea Williams e Lindsay Steinridee.

Nesta temporada, Chloé vem de vitórias em Nova Guiné (que contou para o Mundial) e Portugal, liderando o ranking com 2 mil pontos de vantagem para a havaiana Crystal Walsh. “Neste ano a final será em Jinzun Harbor, após cinco anos na China, e isso torna a competição interessante, pois é um local de ondas super consistentes tanto para a esquerda quanto para a direita”, comenta Chloé, que não consegue esconder a ansiedade pelo início da janela da competição, que vai até o dia 3 de dezembro.

“Me preparei muito para chegar esta etapa e meu objetivo não é outro a não ser conquistar o título. Não vai ser fácil, temos outras 17 concorrentes bem qualificadas e vou dar o meu melhor, sem sombra de dúvidas, para trazer esse título mundial inédito para o Brasil”, completa a atleta, que partiu para a decisão com o apoio de Roxy, Neutrox, Estacio, Ponchos, Eklo Water e pranchas New Advance, desenhadas por Neco Carbone.