25 de novembro de 2013

Circuito de Corridas CAIXA


209512_365490_ldn_1625

Circuito CAIXA fecha 10a temporada e define os campeões brasileiros

Valdir de Olveira conquista segunda vitória no ano. Giomar e Ivanildo e Roselaine e Conceição são os vencedores de 2013.

Foto: Luiz Doro

O encerramento da décima edição do Circuito de Corridas CAIXA, neste domingo (24), em Brasília, definiu os campeões brasileiros da temporada. Mesmo sem correr, Giomar Pereira da Silva confirmou o hexacampeonato, e Roselaine de Souza Silva, garantiu o título. Quem brilhou na Capital Federal foi Valdir de Oliveira, único brasileiro a vencer duas vezes no Circuito CAIXA nesta temporada. A queniana Maurine Jelagat foi a campeã, com marca recorde, seguida da brasiliense Rosiane Xavier dos Santos.

A chuva intermitente do domingo não desanimou os corredores brasilienses, que logo cedo lotaram uma área do Eixo Rodoviário onde estava montada a largada e chegada da 12a e última etapa do Circuito CAIXA. O clima ajudou com temperatura em torno de 20 graus, mas o alto índice de umidade tornou o percurso plano mais pesado.

Mesmo assim, as atletas da elite feminina fizeram uma prova rápida. A queniana Maurine Jelagat não tomou conhecimento das adversárias. Na metade da prova, forçou o ritmo e foi abrindo vantagem até completar os 10 quilômetros em 33min38, novo recorde de Brasília. A marca anterior era de Sueli Pereira, 34min20, obtida em 2008. “Gostei do percurso e não tive dificuldade com a chuva”, ressaltou a campeã, sem demonstrar muito cansaço. Maurine chegou ao Brasil para nova temporada há um mês e seu foco agora é defender o título da Volta da Pampulha, no início de dezembro.

A brasiliense Rosiane dos Santos tinha um bom motivo para comemorar o segundo lugar em sua cidade. Completou 31 anos na sexta-feira (22). “Senti um pouco o percurso pela umidade, mas fiquei surpresa com o resultado, um pouco melhor do que esperava. Foi um ótimo presente de aniversário,” contou a atleta, que já havia vencido em Brasília em 2010, e que está no melhor momento da carreira. Ocupa o quinto lugar no ranking, bem perto de Edielza Guimarães, oitava neste domingo, ambas da equipe GranCursos/CAIXA, destaque da prova. Colocou três mulheres e quatro homens entre os 10 primeiros.

Quem também comemorou o resultado foi Conceição Oliveira, quinta colocada. A classificação lhe garantiu pontos suficientes para fechar o ano em segundo lugar no ranking nacional, independente dos resultados das últimas duas provas (Pampulha e São Silvestre). “Estou muito feliz com o vice-campeonato, pois não conseguirei mais alcançar a Rose (Roselaine de Souza e Silva). Ela mereceu o título deste ano, pois correu mais e foi regular”, admitiu a corredora do Piauí, radicada em São Paulo. Nesta temporada ela conseguiu quatro pódios no Circuito CAIXA (4a em Goiãnia, Fortaleza e Curitiba e 5a em Brasília).

Segunda vitória de Valdir no ano

A prova masculina foi bem mais equilibrada do que a feminina. Um grupo de 10 corredores seguiu compacto até o sétimo quilômetro, quando três deles começaram a abrir. Numa disputa acirrada, Valdir de Oliveira conseguiu assegurar a liderança somente nos últimos 500 metros, mesmo assim seguido de perto por José Nilson de Jesus e Justino Pedro da Silva. Ofegante, Valdir sentou no chão logo depois de cruzar a linha para se recuperar do esforço grande do final.

“Foi uma prova bem difícil e com ritmo forte. Senti uma contusão logo depois de Recife, em agosto, quando também venci. Agora estou voltando a me sentir em boas condições, tanto que ganhei a Meia Maratona de Maceió no dia 15 deste mês”, contou Valdir, lembrando que foi o único brasileiro a vencer duas vezes no Circuito CAIXA este ano. Com o resultado, Valdir superou Sivaldo Santos Viana (11o em Brasília) e agora é terceiro no ranking nacional. “Quero garantir a terceira colocação até o final da temporada com mais duas boas atuações, na Pampulha e São Silvestre. Não dá mais para buscar o Gomes, segundo colocado”, admitiu. Valdir fez seis pódios no Circuito (venceu em Recife e Brasília, foi 2o em Belo Horizonte e 3o em Campo Grande, Salvador e Fortaleza).

Ivanildo Pereira, o “Gomez”, terminou em sexto, mas também festejou a garantia do vice-campeonato no ranking. “Foi uma boa temporada, regular. O Giomar já é o campeão e estou muito satisfeito com o vice. Mas quero ser campeão em 2014″, antecipou o dono de quatro pódios no Circuito (3o em Goiânia, 4o em Salvador e 5o em Campo Grande e Fortaleza). O baiano Giomar Pereira conquistou o hexacampeonato, mesmo sem correr em Brasília.

Incentivo, faça chuva ou sol

O domingo foi muito especial para uma família de Brasília. Enio Motta Junior, funcionário da Receita Federal, de 40 anos, fez sua estreia nas corridas de rua. E teve um incentivo importante, mesmo embaixo de chuva. A família inteira estava ao seu lado, desde o aquecimento, quando o pequeno Tulio, de 4 anos, tentava imitar os movimentos do pai, vestido com o uniforme do ‘homem aranha”, ao lado irmã Laura, de 5, e da mãe Kátia.

Enio concluiu os 5 quilômetros em 27min30, “um pouco abaixo do que previa”, e garantiu animado que vai treinar ainda mais. “Foi muito bom minha primeira corrida e agora quero mais”, falou ao lado da esposa, que também garantiu sair da academia para as ruas.

O medalhista olímpico Arnaldo Oliveira, um dos Heróis do Atletismo da CAIXA, foi o padrinho da prova e participou da largada e da premiação aos vencedores da elite e das faixas etárias.

Classificação

Masculino:

1.- Valdir de Oliveira (GranCursos/CAIXA) – 30min02
2.- José Nilson de Jesus (GranCursos/CAIXA) – 30min04
3.- Justino Pedro da Silva (Cruzeiro/CAIXA) – 30min13
4.- Domingo Nonato da Silva (GranCursos/CAIXA) – 30min18
5.- Flávio Henrique Andrade (Pé de Vento/CAIXA) – 30min35
6.- Ivanildo Pereira dos Anjos, o “Gomes” (Cruzeiro/CAIXA) – 30min59
7.- Raimunto Nonato Aguiar (GranCursos/CAIXA) – 31min07
8.- Francisco Ivan da Silva (ZF Zachs) – 31min09
9.- Rafael Tobias de Oliveira (Pé de Vento/CAIXA) – 31min10
10.- Antonio Carlos Borges (Pé de Vento/CAIXA) – 31min20

Feminino

1.- Maurine Jelagat Kipchumba (Quênia/Luasa) – 33min38 (novo recorde de Brasília)
2.- Rosiane Xaiver dos Santos (GranCursos/CAIXA) – 35min30
3.- Kleidian Barbosa Jardim (GranCursos/CAIXA) – 35mn42
4.- Graciete Moreira Santana (AAFS/Faz Atleta) – 36min19
5.- Conceição Oliveira (CAIXA/Mizuno) – 36min35
6.- Maria Bernadete Cabrasil – 36min59
7.- Maria Zeferina Baldia (CAIXA/Serquímica) – 37min37
8.- Edielza Guimarães (GranCursos/CAIXA) – 38min59
9.- Marluce Queiroz Ferreira (CAXA/Faz Atleta) – 39min51
10.- Joelma de Jesus (Ascoruse) – 40min41

A 10a. edição do Circuito CAIXA teve 12 etapas: Goiânia (7/4), Uberlândia (11/5), Belo Horizonte (26/5), Campo Grande (9/6), Salvador (16/6), Fortaleza (4/8), Recife (11/8), Porto Alegre (1º/9), Curitiba (29/9), Ribeirão Preto (19/10), São Paulo (27/10) e Brasília (24/11). Presente em quatro das cinco regiões brasileiras, o evento conta com a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). As 12 provas somam pontos para o Ranking CBAt/CAIXA de corredores de rua. Os dez primeiros colocados no ranking, no masculino e no feminino, garantem o patrocínio da CAIXA para 2014.

A competição é uma realização da HT Sports, com patrocínio da CAIXA Econômica Federal e co-patrocínio da Centauro. Em Brasília, contou ainda com o apoio da Água Mineral Indaiá, Granola Croqui e Nutry, além da supervisão técnica da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e Federação de Atletismo do Distrito Federal.