Contagem regressiva para a Mitsubishi Cup

Foto: Adriano Carrapato //

Rali cross-country de velocidade mais tradicional do Brasil chega a sua 17ª temporada com novidades no grid.

Os amantes de velocidade e off-road já podem marcar em seus calendários: a temporada 2016 da Mitsubishi Cup começa no dia 9 de abril. Em seu 17º ano, o rali cross-country de velocidade mais tradicional do Brasil guarda alguns elementos que prometem trazer ainda mais emoção à disputa das duplas.

“Na temporada 2016, o rali terá alguns elementos que tornarão a competição ainda mais acirrada. Além de muita velocidade na especial, as duplas precisarão acertar a estratégia durante o campeonato, que contará com provas de diferentes quilometragens”, explica Guilherme Spinelli, diretor da Ralliart Brasil, divisão de alta performance da Mitsubishi Motors.

Serão realizadas sete etapas em 2016, sendo três delas com duas provas de 50 km, enquanto as outras quatro etapas serão formadas por três provas de 30 km. Uma variação importante, que exigirá que as duplas mudem o seu modo de condução durante o ano para garantir bons resultados.

“Procuramos variar ao máximo os tamanhos, tipos de piso e conceitos das especiais para que o campeonato seja o mais diversificado possível. Porém sempre buscamos fazendas que nos permitam realizar o evento dentro de premissas importantes como prazer de pilotagem, boa área de escape, espaço amplo para equipes, convidados e imprensa”, comenta Spinelli.

Nova categoria: ASX RS

A temporada 2016 contará com uma nova categoria, a ASX RS. O modelo preparado pela Ralliart Brasil terá motor com 192 cavalos de potência e 25,7 kgf de torque, além de apresentar uma nova geometria de suspensão. “A Ralliart Brasil trabalhou especialmente nessa nova categoria. Os novos recursos usados no carro garantirão ainda mais performance, estabilidade, tração e conforto para as duplas durante as provas”, adianta Guiga.

Outra categoria que usará o crossover é a ASX R, que fez sua estreia em 2015 e promete muitas emoções para a temporada desse ano. “Usamos todo o conhecimento que colhemos durante as provas do ano passado para fazer atualizações importantes no ASX R. Para 2016, a categoria promete ser ainda mais disputada”, comenta Spinelli.

L200 Triton ER

Um dos modelos mais vitoriosos do rali nacional, a L200 Triton ER continuará a ter uma categoria exclusiva na Mitsubishi Cup. Além do rali da marca dos três diamantes, a picape é preparada para competir em qualquer rali do Brasil, inclusive o Rally dos Sertões.

“Fizemos um trabalho de engenharia para que a L200 Triton ER usada na Mitsubishi Cup pudesse participar de todas as provas de rali do Brasil. Hoje o modelo coleciona ótimos resultados em várias competições, entre eles o tricampeonato invicto do Rally dos Sertões na categoria Super Production”, explica Spinelli.

Categorias Pajero TR4 ER e Pajero TR4 ER Master

Além do ASX RS, ASX R e L200 Triton ER, a Mitsubishi Cup continuará contanto com as categorias com Pajero TR4 ER preparados para competição.

“Há anos essas duas categorias mostram sua importância para a Mitsubishi Cup. O Pajero TR4 ER é um carro com uma legião de fãs, com ótima relação entre custo de manutenção e desempenho. Temos equipes que fazem um ótimo trabalho com esses modelos e conseguem resultados expressivos em diversos ralis nacionais”, conta Guiga.

Sistema de pontuação e zona de espetáculo

O sistema de pontuação continua o mesmo que foi adotado em 2015. As duplas poderão ter até quatro provas descartadas, com exceção da última etapa, que não será permitido o descarte, aumentando ainda mais a competitividade. Para deixar o público mais próximo de suas duplas preferidas, em algumas etapas do ano serão montadas zonas de espetáculo, uma grande área para as pessoas acompanharem de perto as disputas na pista, com saltos e curvas planejadas para que os participantes deem um show de pilotagem. Além disso, os vencedores terão uma pontuação extra no campeonato.