Estreantes tentam descobrir atalhos de Córdoba

Foto: Rodrigo Ruiz //

Marcello Cesquim, Michelle de Jesus, Fabiano Brito e Jaidson Zini vão pilotar pela primeira vez na pista argentina.

Segunda maior cidade da Argentina, Córdoba recebe neste fim de semana a sétima corrida da temporada 2014 da Fórmula Truck. Considerada um dos principais centros históricos e culturais da América, a cidade possui muitos atrativos naturais e construções coloniais que se misturam à modernidade de uma metrópole repleta de cafés, livrarias, lojas de grifes famosas e baladas.

Outra atração é o Autódromo Oscar Cabalén, localizado na província de Alta Gracia, que tem 3.691 metros de extensão, sentido horário, cinco curvas para a direita e duas para a esquerda. Com um média horária superior aos 145 km/h, o traçado será novidade para quatro pilotos do grid: Marcello Cesquim, Michelle de Jesus, Jaidson Zini e Fabiano Brito (que já correu na Argentina, mas no Autódromo Oscar Gálvez, em Buenos Aires).

Melhor estreante da temporada, Cesquim quer seguir a “linha da regularidade”. Depois de pontuar em todas as provas disputadas até aqui, o paranaense espera se adaptar rapidamente ao veloz traçado de Córdoba. “Pelo que vi nos vídeos, a pista é desafiadora e com características similares a circuitos onde gosto de pilotar. Não posso projetar um resultado muito expressivo por ser uma pista nova para mim. Por isso, chegar na zona de pontos já será uma vitória”, argumenta o piloto do Mercedes-Benz #90. Para desvendar os atalhos do circuito, antes do início dos treinos, Cesquim andará pelo traçado com o companheiro de equipe Paulo Salustiano – que cravou a pole position em Córdoba no ano passado. “Desde o início do ano o Salu tem me ajudado muito. Meu trabalho seria muito mais difícil sem o apoio dele. Aqui na Argentina vou contar mais uma vez que suas dicas preciosas”, destaca.

A também estreante Michelle de Jesus treinou no simulador para ficar mais familiarizada com a pista. “O jogo é bem diferente do caminhão de verdade. Mas, pelo menos, já sei para que lado tenho que virar”, brinca a paulista, que pilota o Volvo #33 carinhosamente apelidado de “Baby Truck”. Com sete pontos no campeonato, Michelle vem trabalhando junto à equipe para aumentar a competitividade e acelerar o processo de adaptação dela à categoria.

A programação oficial da corrida de número 200 da Fórmula Truck começa na sexta-feira, com dois treinos livres de uma hora, cada. No sábado acontecem mais duas sessões preparatórias e a tomada de tempos, marcada para às 13h (com transmissão pelo site www.formulatruck.com.br). A corrida de domingo será transmitida em HD para todo o Brasil pela Band, também a partir das 13h.