2 de outubro de 2015

Euroformula Open chega a Monza com 13 países

265477_545371_hi_351_3615_02_078

Foto: Fotospeedy //

Mítico circuito italiano recebe penúltima rodada dupla da temporada no fim de semana.

O Euroformula Open disputa neste fim de semana a penúltima rodada dupla da temporada em clima de decisão no mítico circuito de Monza. Não só o campeonato está em jogo, como novos recordes vêm acontecendo antes mesmo de os treinos começarem. Pela primeira vez na história do campeonato, que utiliza carros de F3, o grid será composto por pilotos de 13 nacionalidades diferentes.

Os países representados também mostram uma variação diferente do normal, com a presença de locais como Guatemala, Tailândia, Kuwait, Israel, Índia, além dos tradicionais Polônia, Itália, Rússia, México, Japão, Colômbia, China e Brasil – este último com dois representantes, Henrique e Vitor Baptista, que, apesar do sobrenome idêntico, não possuem parentesco.

“Confesso que é bem diferente correr com um grid tão cosmopolita assim. Mas na pista a nacionalidade é o que menos dá para notar neles – nessa parte, todos são iguais e dão o seu melhor para andar bem. E Monza é uma corrida esperada por todos por ser a mais veloz e tradicional do calendário, então certamente podemos esperar bastante emoção”, conta Henrique, que compete pela Campos Racing, do ex-piloto de F1 Adrian Campos.

As duas provas do fim de semana do Euroformula Open (às 10h do sábado e 8h do domingo no Brasil, nesta ordem) serão exibidas ao vivo e de forma gratuita pelo site oficial do campeonato.