22 de julho de 2016

Gustavo Borges conduz a tocha olímpica neste domingo

289263_623348_gustavo

Foto: Divulgação //

O medalhista olímpico não esconde a emoção e o orgulho em participar do revezamento da tocha dos Jogos Rio 2016. Ele foi homenageado na quarta-feira no Fórum Nacional do Esporte.

Gustavo Borges conquistou quatro medalhas – duas prata e dois bronze – em três olimpíadas (Barcelona-92, Atlanta-96 e Sidney-2000). E, agora, volta a viver a emoção de fazer parte dos Jogos Olímpicos. Neste domingo, ele será um dos condutores da tocha olímpica na cidade de São Paulo (SP). O evento terá início às 7 horas da manhã no Parque da Independência, em frente ao Museu do Ipiranga, e seguirá por mais 12 bairros da cidade durante todo o dia.

Atualmente à frente da Metodologia Gustavo Borges, método de aprendizado de natação que idealizou e leva seu nome, o medalhista olímpico não esconde a emoção em integrar o revezamento, como um de seus embaixadores. Ele, inclusive, participou dos eventos da passagem da tocha por várias cidades do País.

“Estou acompanhando, como convidado Bradesco, o revezamento da tocha olímpica pelo Brasil. Agora, chegou o momento mais especial, o de conduzir a tocha. Uma grande emoção, um orgulho, especialmente com a realização dos Jogos aqui no País”, afirma Gustavo, que esteve na passagem da tocha por Salvador (BA), Belém (PA), Marília, no interior paulista, Porto Alegre (RS) e nesta quinta-feira participou do evento na Cidade de Deus, sede do Bradesco, em Osasco.

Gustavo já conduziu a tocha olímpica na Olimpíada de 2004 (Atenas) – quando esta passou pelo Rio – e, também, nos Jogos Pan-Americanos Rio 2007. Agora, repete o gesto em seu País. O revezamento da tocha olímpica teve início em maio e está percorrendo mais de 300 cidades brasileiras até chegar ao Rio de Janeiro, na abertura dos Jogos Olímpicos, no dia 5 de agosto.

Homenagem do LIDE

A semana está sendo especial para Gustavo Borges. Ele foi homenageado na última quarta-feira durante o 6º Fórum Nacional do Esporte, evento promovido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais – e pelo LIDE Esporte, realizado em São Paulo. Ele recebeu a homenagem como um dos maiores nomes da natação mundial – integrante do Hall da Fama da modalidade, ganhador de quatro medalhas olímpicas e o segundo maior medalhista brasileiro em Jogos Pan-Americanos, com 19 pódios.