10 de novembro de 2015

INDOMIT Costa Esmeralda Ultra-Trail com novos recordes

unnamed

Foto: Ney Evangelista //

A chuva deu uma trégua no último sábado e os quase mil atletas inscritos na INDOMIT Costa da Esmeralda Ultra-Trail aproveitaram as condições perfeitas para a realização da segunda edição do evento.

Com um cenário exuberante entre Bombinhas e Porto Belo, os corredores desfrutaram um clima perfeito para os desafios de 100, 80, 50, 21, 12 e 5km. Na principal disputa do final de semana, o local Giliard Pinheiro, e a paranaense Ana Giovanelli repetiram o feito da INDOMIT Vila do Farol – 42km, realizada em agosto, e conquistaram o título mais uma vez, ambos com quebra de recorde da prova.

Com largada a 00h00 deste sábado, os atletas dos 100km tiveram pela frente um percurso muito técnico. As chuvas que caíram ao longo da semana deixaram algumas partes, principalmente as de trilha, molhadas o que exigiu bastante atenção dos competidores. Mesmo assim, durante as primeiras passagens em postos de hidratação os ultramaratonistas reforçavam a tese de que a prova seria muito rápida. Até o 38km, Giliard Pinheiro e Carlos Magno estavam juntos na liderança, mas dali em diante o atleta de Bombinhas começou a abrir diferença até cruzar os 100km, próximo das 10h da manhã.

“Eu estou meio aéreo ainda, foi uma noite virada, mas estou muito contente”, disse Giliard logo após cruzar a linha de chegada ao lado de sua esposa e filhas. “Correr em casa me deixa muito confortável. Uma coisa que me toca muito nas provas lá de fora é não ter a minha família na hora que eu termino as provas, então poder curtir esse momento com elas aqui foi muito bom”, completou Giliard, dono da marca de 10h02min34seg.

O ritmo de Giliard foi tão impressionante, que os adversários começaram a chegar quase 50 minutos depois do campeão. Inclusive, a disputa do segundo lugar também foi um atrativo com Carlos Magno e Felipe Silva terminando empatados.

Impressionante também foi o ritmo de prova da paranaense Ana Giovanelli. Quilometro a quilometro a ultramaratonista confirmava com suas passadas algo que poucos acreditavam que pudesse acontecer. Ana não só venceu a prova com larga vantagem como pulverizou o recorde anterior da competição em quase duas horas, finalizando os 100km e 12h36min30seg.

“Ano passado eu fiz os 80km aqui e ganhei a prova. Desde aquele dia eu me dediquei para voltar aqui e vencer os 100km. A prova é linda, desafiadora e a sensação que estou sentindo é inexplicável”, comemorou muito Ana, que também foi recepcionada por um grande grupo de amigos e familiares.

Campeã dos 100km em 2014, a catarinense Débora Simas completou a prova na segunda posição com 14h27min44seg, e em terceiro lugar ficou Ligia Silveira, após 14h31min28seg.

80, 50, 21, 12, 5km…

Ao longo do dia, centenas de atletas tiveram a oportunidade de largarem para os desafios de 80, 50, 21, 12 e 5km, proporcionando uma sensação de euforia misturada com ansiedade que só uma prova de trail run pode oferecer. As 4h da manhã partiram os ultramaratonistas para o segundo maior desafio do sábado, os 80km. No total, foram seis largadas em diferentes momentos do sábado, criando uma atmosfera incrível entre os municípios de Bombinhas e Porto Belo.

Na prova de 80km, Geison Ignacio completou o percurso em pouco mais de 9h07min para comemorar o título da INDOMIT Costa Esmeralda. Na versão feminina da prova, Claudia Nogueira foi a mais rápida, fechando os 80km próxima das 11h58min. Nos 50km, que teve largada já no começo da manhã, Silvia Durigon e Genir Rodrigues conquistaram o título. Os 21km coroaram Claudia Webber e Cesar Alonso, enquanto nos 12km Ojanio Santos e Jaqueline Costa garantiram o primeiro lugar. Fechando os campeões da INDOMIT Costa Esmeralda, a prova de 5km premiou Tiago Jensen e Gabriela Antão.

Sucesso de público

O público pode prestigiar o evento em diferentes locais da cidade o que contribui para o sucesso do evento. Inclusive, o público é um outro ponto de grande destaque na INDOMIT Costa Esmeralda. Com presença de quase mil atletas, sendo que boa parte deles são de outras cidades e estados, a região hoteleira e gastronômica fica aquecida.

A organização estima que quase 2.500 pessoas visitem os municípios durante quatro dias, gerando um impacto significativo para o turismo. “A INDOMIT é muito importante para nós aqui da região. A gente que trabalha com o comércio sente realmente uma diferença com todas essas pessoas aqui. O meu negócio aumentou o faturamento em aproximadamente 500% nesse final de semana”, comenta Ricardo Ziegert, domo do restaurante Maria Chorona.