Isadora Williams busca vaga olímpica neste fim de semana

Foto: Divulgação – ISU //

No Troféu Nebelhorn, patinadora pode se tornar a primeira atleta brasileira do gelo a garantir vaga em Pyeongchang 2018.

A brasileira Isadora Williams tem a chance de se tornar a primeira atleta brasileira dos esportes no gelo a garantir classificação para os Jogos Olímpicos PyeongChang 2018. A partir desta sexta-feira, dia 29, ela participa da disputa individual feminina no Troféu Nebelhorn, na Alemanha, evento que vai definir as últimas seis vagas olímpicas da Patinação Artística.

“Eu vou dar o melhor de mim. Quero muito conquistar esta vaga mais uma vez”, afirmou Isadora, que já disputou os Jogos de Sochi 2014, quando se tornou a primeira atleta sul-americana a participar da competição olímpica da patinação artística, ficando em 30º lugar.

O Troféu Nebelhorn terá dois dias de competição na patinação artística. Na sexta-feira, dia 29, haverá a disputa do programa curto, a partir de 3h15 da madrugada (de Brasília). No sábado, dia 30, será a vez do programa longo, com início previsto para 7h25 (de Brasília). “A rotina de treino está intensa. Faço meus dois programas duas vezes por dia, na parte da manhã e na parte da tarde, o que requer muita força física. Além disso, faço academia duas vezes por semana e tenho aulas de salto duas vezes por semana”, explicou Isadora.

Como é a classificação

Ao todo, a prova individual feminina terá 30 atletas nos Jogos Olímpicos, e 24 cotas já foram preenchidas no último Mundial de Patinação Artística: Rússia, Canadá e EUA (3 cada), Japão, Itália, Coreia do Sul e Cazaquistão (2 cada) e China, Bélgica, Eslováquia, França, Alemanha, Hungria e Letônia (1 cada). O Troféu Nebelhorn será a última oportunidade de classificação. Para ficar com uma vaga, Isadora tem que ficar entre as seis primeiras patinadoras dos países que ainda não garantiram classificação.