JADY MALAVAZZI NO MUNDIAL DE PARACICLISMO

Foto: Eduardo Camara   //

Paraciclista Shimano está com a seleção brasileira em Greenville, onde participará da competição internacional; no Brasil, triatleta Fábio Carvalho disputa o Ironman 70.3 de Foz do Iguaçu.

A atleta Jady Malavazzi, da equipe Vemex/Shimano/CCSJC/Univap, integrante da seleção brasileira de Paraciclismo, disputa nos próximos dias a principal competição da temporada. Jady está em Greenville (EUA), sede do Campeonato Mundial. Em Foz do Iguaçu (PR), o triatleta Fábio Carvalho terá pela frente o Ironman 70.3, na manhã do sábado (30). Ambos são integrantes do Shimano Sports Team.

No sábado, Jady vai à pista com sua handbike para o Time Trial (Contrarrelógio) e na segunda-feira (1º/9) disputa o Road Race (prova principal). Este é o segundo ano em que a paraciclista disputa a competição. Em 2013, Jady ficou no Top 10 da sua categoria, a H2. “A preparação está sendo feita durante todo o ano. Temos o Campeonato Mundial como a principal competição. Meus treinos são divididos entre musculação, rolo de treinamento e rua”, conta Jady, que com a atualização do sistema da UCI passou a integrar a categoria H3, para atletas com lesão torácica entre as vértebras T4 e T10.

Além de sua segunda participação em Mundiais, Jady possui experiência em outros torneios internacionais. Em 2011, foi prata nos Jogos Parapan-americanos de Guadalajara, no México. No ano ano seguinte fez sua estreia em Copas do Mundo de Paraciclismo na Itália e em 2013 disputou sequência maior de provas, participando das etapas da Itália, Espanha e Canadá da Copa do Mundo. “A meta é permanecer entre as 10 melhores do mundo”, completa a atleta de Jandaia do Sul (PR).

Foco nas Paralimpíadas Rio 2016 – A dois anos dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, Jady segue ganhando ritmo de competição internacional, além de somar pontos no ranking mundial, que definirá a quantidade de vagas por País para as Paralimpíadas. “Além da experiência, a cada prova que disputo acumulo pontos importantes para o País. Quanto mais pontos conseguir, mais atletas o Brasil terá no Rio 2016”, destaca Jady.

Técnico de Jady, Tiago Gorgatti conta um pouco do trabalho feito com a paraciclista com o objetivo de classificá-la para os Jogos de2016. “Temos que dar um passo por vez na evolução de sua performance. Como o a Jady pedala com as mãos e depende da força dos braços no seu dia-a-dia, existe uma grande preocupação na prevenção de lesões. Por isso, a evolução de sua performance deve ser acompanhada de perto e os resultados nas etapas da Copa do Mundo e no Mundial são os melhores indicativos de seu desenvolvimento rumo às Paralimpíadas”, considera Tiago.

Ironman 70.3 de Foz 

O triatleta Shimano, Fábio Carvalho disputa na manhã deste sábado (30), em Foz do Iguaçu, a terceira de quatro etapas do Ironman em território nacional neste ano. “Minha preparação foi excelente. Fiquei dez semanas nos Estados Unidos, na altitude de 1.600m da cidade de Boulder, no Colorado, como preparação para a etapa de Foz do Iguaçu e para as provas que virão na sequência”, conta Fábio, que competirá no Ironman 70.3 de Fortaleza, em novembro, e no de Mallorca (ESP), em maio do ano que vem.

“Estou em uma grande fase. Os treinamentos foram muito bons e não tive nenhum imprevisto. Por isso estou confiante e pronto para chegar em Foz do Iguaçu e brigar pela vitória. Encerrei o trabalho de preparação nos Estado Unidos, muito satisfeito e agora estou pronto competir no sábado”, completa o paulistano Fábio Carvalho.

Além do Ironman Brasil, realizado em Florianópolis com percurso de 226,4 km, divididos entre, 3.8 km de natação, 180.20 km de ciclismo e 42.2 km de corrida, o Brasil recebe outras três etapas, no formato 70.3: em Brasília, Foz do Iguaçu e Fortaleza, com metade das distâncias em cada modalidade do Ironman tradicional.