Laura Pigossi é vice-campeã em São Paulo

Foto: Johnny Garbin //

Brasileira ganha trinta pontos no ranking e deve voltar a figurar entre as 400 melhores do mundo.

Laura Pigossi (Babolat/Estácio) conquistou, neste domingo, o vice-campeonato na chave de simples da etapa de São Paulo do Circuito Feminino Future de Tênis, disputada nas quadras de saibro do Club Athletico Paulistano. A brasileira foi derrotada na decisão pela russa Irina Khromacheva, cabeça 1 do torneio e 93ª do mundo, em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/1, após 1h26m.

Laura destacou a superioridade da adversária e agradeceu o apoio da torcida que marcou presença durante toda a semana. “Irina jogou muito bem taticamente e soube me deixar em dúvida a todo momento. Mesmo não saindo com o resultado que queria, saio de cabeça erguida, mais motivada do que nunca para seguir trabalhando. Agradeço a todos que, de alguma maneira, contribuiram para que essa semana fosse uma das melhores da minha vida. Poder jogar uma final de um torneio tão importante, na minha casa, onde peguei em uma raquete pela primeira vez, com as pessoas que eu mais amo me assistindo e me apoiando, não tem preço”.

Com o vice-campeonato, Laura ganha trinta pontos no ranking e deve voltar a figurar entre as 400 melhores tenistas do mundo. Nesta semana ela retorna à Barcelona, onde vive atualmente, para intensificar os treinos em quadra com o técnico Martin Vilar e a preparação física com Toni Martinez. O objetivo é garantir um bom resultado no WTA de Bogotá, próximo torneio que disputará, a partir do dia 8 de abril.

SOBRE LAURA PIGOSSI

Natural de São Paulo, nascida em 02/08/1994, Laura deu os primeiros passos nas quadras de tênis aos seis anos de idade, por influência do irmão. Aos 13, a paulistana disputou o primeiro torneio juvenil e iniciou a carreira profissional em 2009. Dona de um estilo agressivo e versátil, Laura chegou a figurar entre as 18 melhores do ranking júnior da ITF. Ao longo da carreira, ela conquistou 26 títulos em duplas e quatro em simples. É a melhor duplista do Brasil na atualidade e já esteve entre as 250 melhores do mundo no individual. Representando o Brasil na Fed Cup, Laura fez parte do time que voltou a disputar os Play-offs do Grupo Mundial em abril de 2014. Atualmente reside em Barcelona e conta com os patrocínios da Babolat e Estácio.