1 de setembro de 2015

Lucas Lee faz história com vaga para o PGA Tour

262626_535666_lucas_lee_cred_zeca_resendes__1_

Foto: Zeca Resendes //

Golfista que estaria classificado para a Rio 2016 é o terceiro brasileiro a garantir seu lugar na elite do golfe mundial.

O paulista Lucas Lee entrou para a história do golfe brasileiro neste domingo ao se tornar o terceiro golfista nacional a chegar ao PGA Tour, que reúne a elite do esporte. Lee terminou a temporada regular do Web.com Tour, o circuito de acesso ao PGA Tour, na 23ª colocação – os 25 primeiros colocados já garantem vaga para o circuito principal. Se os Jogos Olímpicos Rio 2016 fossem hoje, Lucas Lee seria um dos representantes brasileiros com vaga garantida.

Lee não jogou bem o Portland Open, último torneio do Web.com Tour antes dos Finals, encerrado neste domingo. Apesar de não ter passado o corte da competição, o brasileiro se manteve entre os 25 primeiros do ranking, com US$ 164 mil em prêmios no ano.

“Estou muito feliz e aliviado. Antes do torneio desta semana, eu já sabia que seria muito difícil ficar de fora dos 25 primeiros do ranking. Mas é agora que começa o mais difícil. Tenho que treinar mais para elevar o meu jogo a um outro nível, pois vou competir contra os melhores golfistas do mundo”, diz ele.

Agora, Lee disputará os Finals, série de quatro torneios de US$ 1 milhão em prêmios cada que encerra a temporada e que distribuem outros 25 cartões para o PGA Tour. Como já está classificado, o que está em jogo para Lee é obter uma boa colocação para estar bem posicionado na lista de prioridades de inscrições nos eventos do PGA Tour.

Antes de Lee, já disputaram o PGA Tour o carioca Jaime Gonzalez, na década de 80, e o paulista Alexandre Rocha, em 2011 e 2012 (atualmente, Rocha disputa o PGA Tour Latinoamérica).

Lee iniciou sua temporada no Web.com Tour este ano no Brasil Champions, etapa brasileira do torneio, disputada em março no São Paulo Golf Club. Apesar de ter à época um cartão condicional do circuito, só pôde disputar a etapa por conta de um convite recebido da Confederação Brasileira de Golfe (CBG), que organizou o evento. Como passou o corte em São Paulo, ganhou o direito de disputar mais uma etapa do Web.com Tour, o BMW Charity Pro-Am, no qual ficou em 16º lugar e garantiu o direito de disputar o restante da temporada.

O golfista brasileiro foi em junho vice-campeão de dois torneios consecutivos, o Greater Dallas Open e o Rust-Oleum Championship, que o fizeram ficar entre os 25 primeiros do Money List e foram cruciais para chegar ao PGA Tour.

“Agradeço à torcida brasileira e à Confederação Brasileira de Golfe, que me ajudou muito nessa jornada por ter me convidado para o Brasil Champions, no início do ano”, diz Lucas Lee.

“É uma excelente notícia para o golfe brasileiro poder contar com um representante no principal circuito de golfe do mundo, a um ano dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Lucas Lee está colhendo os frutos de um trabalho muito profissional realizado há anos. A Confederação Brasileira de Golfe fica feliz por ter ajudado esse atleta brilhante em sua jornada rumo à elite do golfe com o convite para o Brasil Champions”, diz Paulo Pacheco, presidente da CBG.

“A chegada do Lucas Lee ao PGA Tour não foi obra do acaso. Foi fruto de muito trabalho e preparação por parte dele, que tem uma carreira muito bem planejada. Ele seguiu os passos corretos, disputando circuitos menores até chegar ao topo”, diz Nico Barcellos, diretor técnico da Confederação Brasileira de Golfe.