8 de maio de 2017

Meninas já escaladas para estrear no Oi Rio Pro

Silvana Lima

Foto: Ed Sloane //

Silvana Lima está na bateria que fecha a primeira fase e outra participante do Brasil será definida numa triagem de convidadas para disputar o “wildcard” da etapa brasileira da World Surf League em Saquarema.

As melhores surfistas do mundo também já sabem quem irão enfrentar na estreia do Oi Rio Pro em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. A etapa brasileira do World Surf League Championship Tour é apresentada por Corona e começa nesta terça-feira na Praia de Itaúna. E a previsão das ondas está boa para o primeiro dia do prazo, que vai até 21 de maio na “Capital Nacional do Surfe”. Duas brasileiras vão competir em Saquarema, a top da elite, Silvana Lima, e a vencedora da triagem que definirá a última participante do Oi Rio Pro 2017.

Essa competição especial pela única vaga de convidada da etapa brasileira, está marcada para as 10h00 da segunda-feira na Praia de Itaúna. Dependendo da condição do mar, a triagem masculina com Raoni Monteiro, Lucas Chumbinho, Lucas Silveira e Yago Dora, pode abrir o dia. As participantes da bateria feminina serão indicadas em conjunto pela World Surf League, WSL South America, Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro e Associação de Surf de Saquarema. A vencedora já garante a premiação mínima de 10.000 dólares, oferecida para as dezoito participantes nas etapas do World Surf League Women´s Championship Tour.

Elas são divididas em seis baterias na rodada inicial e as primeiras colocadas em cada, avançam direto para a terceira fase, mas as perdedoras têm uma segunda chance de classificação. A ganhadora do “wildcard” na triagem vai completar a terceira bateria do Oi Rio Women´s Pro, da hexacampeã mundial Stephanie Gilmore com sua lycra amarela do Jeep WSL Leader, e Keelly Andrew. Já a única brasileira na elite das top-17 da World Surf League, Silvana Lima, foi escalada para fechar a primeira fase, com a francesa Johanne Defay e a americana Lakey Peterson.

As duas adversárias da cearense foram semifinalistas da primeira etapa da temporada na Austrália, com a californiana sendo vice-campeã na final contra Stephanie Gilmore na Gold Coast. Lakey Peterson é a número 5 no Jeep WSL Ranking, Johanne Defay está em sétimo lugar e Silvana Lima ocupa a 14.a posição, fora do grupo das dez primeiras que são mantidas na elite para o ano que vem. A norte-americana iniciou seu caminho até a final na Gold Coast eliminando a brasileira na segunda fase, agora as duas voltarão a se enfrentar em Saquarema.