Mitsubishi Cup

Foto:  Adriano Carrapato / Mitsubishi    //

 

Com provas em Estados diferentes e com variações de piso e temperatura, competição entra no segundo semestre com brigas em todas as categorias; próxima etapa será em Pirassununga, no mês de julho.

Três etapas. Três estados. Três tipos de piso completamente diferentes. Assim foi o primeiro semestre da Mitsubishi Cup, rali cross-country de velocidade que reúne pilotos em cinco categorias e as L200 Triton e Pajero TR4 preparados para competição.

Com etapas em Jaguariúna (SP), Mafra (SC) e Guarapuava (PR), a Mitsubishi Cup mesclou diferentes elementos e testou a habilidade de pilotos e navegadores nas mais diversas condições: seja com o sol escaldante do interior de São Paulo, o frio das serras de Santa Catarina ou a chuva que não deu trégua no Paraná tornaram o campeonato ainda mais disputado.

“Todo o fim de semana de rali temos que trabalhar duro. Sabemos que, em um campeonato com um nível técnico alto, nada é decidido até a última prova do ano”, comenta Lucas Moraes que, ao lado de Kaique Bentivoglio, lidera na categoria L200 Triton RS.

A etapa de Guarapuava teve novidades. Pela primeira vez, foram realizadas provas com mais de 50 quilômetros. “Tivemos que mudar um pouco a estratégia. Com um trajeto mais longo, e um piso liso, apostamos na regularidade. Fomos felizes em nossa escolha, e conseguimos terminar essas duas provas em boa colocação”, explica Fabrício Bianchini, piloto paulista que conquistou, ao lado do navegador Marcos Finato, o primeiro lugar na categoria L200 Triton ER e está em terceiro no campeonato.

“É muito bom participar e vencer em uma competição com um nível técnico tão alto”, conta o piloto Celso Macedo, vice-líder na categoria Pajero TR4 ER ao lado da esposa Belém. O filho do casal, Fred, lidera a competição. “Treinamos, trabalhamos e comemoramos juntos. Participar de uma competição como a Mitsubishi Cup em família é, sem dúvida, especial”, completa a navegadora.

Outra novidade que esteve presente desde a segunda etapa foi a inclusão de um redutor de velocidade. Os carros dos três primeiros colocados de cada categoria recebem um restritor de ar para reduzir a potência na etapa seguinte. “Nada que torne a tarefa de ganhar impossível mas, com certeza, é um desafio a mais para as duplas”, explica Guilherme Spinelli, diretor da Ralliart Brasil.

Sit&Drive Ralliart Brasil

A Ralliart Brasil, divisão de alta performance da Mitsubishi Motors, é responsável pelas L200 Triton RS e L200 Triton ER que disputam a Mitsubishi Cup. Toda a logística, manutenção e preparação dos carros é de responsabilidade dos profissionais especializados e os pilotos só têm que chegar no dia da prova com seu macacão e capacete, pois os carros estarão prontos para a largada.

“A Mitsubishi está de parabéns, mais uma vez, pelo sistema de aluguel dos carros de corrida. Chegamos aqui apenas com o capacete e, em poucos minutos, já estamos prontos para correr. A equipe faz um trabalho perfeito a cada etapa”, comenta o piloto Marlon Koerich, da categoria L200 Triton ER.

Você também pode ser um piloto da Mitsubishi Cup! Para mais informações sobre vendas e locação de veículos, acesse: www.ralliartbrasil.com.br.

 

Próxima etapa

As duplas da Mitsubishi Cup se reúnem novamente no dia 26 de julho para a quarta etapa, desta vez na cidade de Pirassununga (SP). Mais informações no site www.ralliartbrasil.com.br, pelo Facebook (www.facebook.com/ralliartbrasil) e pelo Twitter (@nacaomitsubishi).

A Mitsubishi Cup tem patrocínio de Mit Financiamentos, Pirelli, Lubrax, Magneti Marelli, Axalta, Clarion, MAPFRE, Transzero, Unirios, Columbia, Artfix , STP e Petra.

Confira a classificação geral:

L200 Triton RS

1) Lucas Moraes/Kaique Bentivoglio – 217 Pontos

2) Felipe Eweron/Rodrigo Mello – 181 Pontos

3) Fernando Ewerton/ Pedro Eurico – 177 Pontos

4) Juliano Jorge Vieira Diener/Vitor Jose Muench – 168 Pontos

5) Rafael Cassol/Lelio Vieira Júnior – 132 pontos

L200 Triton ER

1) Ricardo Feltre/Andre Lucas Munhoz – 207 Pontos

2) Carlos Henrique Scheffer Junior/Rafael Malucelli – 195 Pontos

3) Fabricio Bianchini/Caio Santos – 191 Pontos

4) Glauber Fontoura/Minae Miyauti – 188 Pontos

5) Cleber Rodrigues Rosa/João Victor Ribeiro – 153 Pontos

Pajero TR4ER Master

1) Sergio Gugelmin/Marcos Maia Panstein – 205,5 Pontos

2) Rodrigo Meinberg/Joao Luis Stal – 194,5 Pontos

3) Wagner Felippe Roncon /Joselito Vieira De Melo Junior – 193 Pontos

4) Andre Miranda/ Alison Pedroso – 156,5 Pontos

5) Jocimar Ristow/Isac Pinto – 148,5 Pontos

Pajero TR4R

1) Marco Tulio Lana/Leonardo Magalhaes – 239 Pontos

2)Roberto Prado Sampaio/João Alvarenga Rossi – 204 Pontos

3) Bartolomeu Carvalho Nunes/Fabio Grochowiski Rocha – 150 Pontos

4) Daltro Maronezi/ Guilherme Rezende – 145 Pontos

5) Thiago Wilson da Silva/Tony Matyas – 128 Pontos

Pajero TR4 ER

1) Frederico Macedo/Marcelo Haseyama – 229,5Pontos

2) Celso Macedo/Belem Macedo – 217 Pontos

3) Paulo Cesar Gondim/Atonio M Junior Chagas – 188,5 Pontos

4) Luiz Claudio Parente/Glauco Alencastro – 179 Pontos

5) Carlos Roberto Girolla/Gilberto Cecílio Júnior – 151 Pontos

Mitsubishi Cup – Calendário 2014*

4ª Etapa – 26/jul – Pirassununga/SP

5ª Etapa – 13/set – Indaiatuba/SP

6ª Etapa – 11/out – Jaguariúna/SP

7ª Etapa – 8/nov – Mogi Guaçu/SP

* Calendário sujeito a alterações.