28 de maio de 2017

Motores Volvo Penta prontos para outra volta ao mundo

8tVczKy7jhH4MRuUOeEFgdYx3Q

Foto: Divulgação //

Pela sexta vez, a Volvo Penta é fornecedora oficial de motores para a Volvo Ocean Race.

O modelo D2-75 com Saildrive equipa os veleiros Volvo Ocean 65 para manutenção e suporte técnico da embarcação, além da energia suplementar em cada parada da regata.

Projetados para as condições mais severas, os motores Volvo Penta D2-75 já deram uma volta ao mundo, cobrindo aproximadamente 39.000 milhas náuticas no decorrer da Volvo Ocean Race 2014-15. Em função de ser um projeto de barco para duas edições da regata, os barcos Volvo Ocean 65 e os motores Volvo Penta usados em 2014-15 darão uma segunda volta ao mundo, desta vez cobrindo 46.000 milhas náuticas, sempre preparados para enfrentar alguns dos mais difíceis desafios em velejar a volta ao mundo.

Os barcos Volvo Ocean 65 frequentemente navegam em alta velocidade, fazendo com que a capacidade de manobras extremas em qualquer condição seja crítica. “As condições da Volvo Ocean Race são extremas e levam, não somente os barcos e suas tripulações ao limite, mas também todo o equipamento”, comentou Mark Turner, CEO da Volvo Ocean Race. “Precisamos assegurar que tudo que esteja a bordo seja 100% confiável. A Volvo Penta oferece os motores ideais para atender essas condições extremas.

“Esses barcos foram construídos para duas edições da regata e temos tanta confiança nas condições dos motores que não os substituímos; temos certeza plena que eles têm condições de realizar a segunda volta ao mundo”.

Fonte de energia confiável em mar aberto

Cada um dos barcos Volvo Ocean 65 estará equipado com um motor D2-75 para fins auxiliares e de propulsão. Quando necessário, o motor pode ser usado como principal fonte de propulsão, para navegar em segurança na entrada e saída de portos, bem como potencial instrumento salva-vidas em casos de emergências.

Durante a regata, as caixas redutoras estão seladas, mas o motor é usado para atender a demanda total de eletricidade do barco para os computadores, equipamentos de navegação, luzes e unidades de comunicação a bordo. Além disso, o motor de bordo fornece energia para operar o conversor de água do mar em água doce potável, e a energia necessária a bordo através de dois alternadores de 24 volts que fica armazenda em duas baterias de íons de lítio.

Também fornece energia para acionar o sistema hidráulico da bolina de adernagem (canting keel). Este sistema, que fornece contrapeso adicional durante o percurso, é acionado por cilindros hidráulico movidos por bombas hidráulicas acionadas pelo motor.

“Como aspecto único da Volvo Ocean Race, existem um alto nível de necessidade de energia para acionar laptops, câmeras e outros equipamentos de imprensa, permitindo que as equipes se comuniquem diretamente do mar aberto com o restante do mundo”, diz Nick Bice, chefe do estaleiro da Volvo Ocean Race.

“O motor é crítico 100% do tempo. É a principal fonte de energia a bordo, convertendo a energia na qual as equipes dependem para sua sobrevivência. Elas dependem do motor para fornecimento de água potável, essencial quando navegam semanas a fio”.

Papel de fornecedor expandido

Porém, a Volvo Penta fornece mais do que apenas os motores de bordo. O conhecimento técnico prático está disponível para a organização da regata e às equipes através do engenheiro da Volvo Penta, Johannes Karlsson. Johannes fornecerá suporte em tempo integral pela duração do evento, indo até cada porto de parada para um atendimento de classe mundial para os motores através no estaleiro do evento. Ele tem o apoio do conhecimento da rede mundial de concessionários/distribuidores Volvo Penta, disponíveis para prestar o suporte necessário.

O estaleiro da Volvo Ocean Race é uma instalação que permite que todos os Volvo Ocean 65 tenham acesso ao mesmo nível de manutenção e reparos após cada perna da regata. Johannes tem uma larga experiência, com mais de 16 anos como engenheiro marinho e paixão por navegar.

“O objetivo de um estateiro único é assegurar que todos os barcos recebam o mesmo tipo e nível de manutenção e serviços”, diz Nick Bice. “Isto inclui o motor. Nosso pessoal de campo é composto de verdadeiros peritos em seus respectivos campos, garantindo um serviço de classe mundial em suporte para todo equipamento de bordo”.

A Volvo Penta também está fornecendo sua próxima geração de motores de popa a gasolina e equipamento complete do timão ao hélice para os novos barcos RIB que serão usados pelas equipes de velejadores em cada cidade de porto de parada em todo mundo. O modelo V6 280 foi o escolhido para uso pelas equipes de velejadores, equipados com os motores mais limpos disponíveis no mercado para o segmento de gasolina.

“Nos testes iniciais, os motores a gasolina Volvo Penta superaram nossas expectativas do ponto de vista de desempenho”, diz Nick Bice. “Isto inclui desempenho de destaque quando se trata de operação segura e previsível, velocidade, aceleração e eficiência em combustível, além de extrema facilidade de operação graças ao sistema Glass Cockpit”.

Além disso, a Volvo Penta está fornecendo energia para o recém-projetado Pavilhão Volvo em todos os portos de parada por meio de seus motores industriais, garantindo qualidade às operações comerciais, hospitalidade para convidados, e um ambiente “high-tech” em seu interior..

“A Volvo Penta tem orgulho de ser fornecedora da Volvo Ocean Race proporcionando soluções de nossas carteiras marinhas e industriais”, diz Björn Ingemanson, presidente da Volvo Penta. “Usamos a tecnologia de ponta existente e disponível no mercado para nossos clientes, dependendo dela para funcionar nas condições mais severas – a competição de vela mais radical e extrema do mundo”.