6 de abril de 2015

O palco perfeito para o Mitsubishi Motors Soto 40

248910_486627_msc2012_capizzano_1609

Foto: Mathias Capizzano //

Tradicional no cenário da vela brasileira, Florianópolis (SC) foi escolhida para receber o mundial da classe Soto 40.

Clima ameno, águas cristalinas e um vento constante. Com elementos ideais para competições de vela, a raia de Jurerê, em Florianópolis (SC), receberá o Mitsubishi Motors Soto 40 World Championship entre os dias 12 e 16 de abril. Ao todo, 10 regatas estão previstas para o evento, que contará com grandes nomes da vela mundial que, juntos somam 15 medalhas olímpicas e mais de 20 títulos mundiais.

“A raia de Jurerê está entre as melhores do Brasil. Não é uma raia viciada e permite que vários veleiros tenham chance de ganhar. Isso tornará as disputas ainda mais acirradas”, comenta Roberto Martins, do veleiro Carioca 25, que acumula mais de 14 títulos por todo o Brasil.

O local de saída dos Soto 40 será o Iate Clube de Veleiros da Ilha, tradicional ponto de encontro de velejadores da cidade. De lá, as equipes partirão para a raia, que será montada a apenas um quilômetro da praia, entre o continente e a ilha de Santa Catarina. Como é característico da região, a previsão é de ventos de leste e nordeste com até 15 nós, tornando as provas em barla sota bastante técnicas e seletivas. Com essas características, as tripulações poderão mostrar todo o seu talento nos Soto 40, o veleiro one design mais moderno da vela oceânica.

“Jurerê é um dos melhores lugares do Brasil para provas náuticas, isso é um consenso entre todos os velejadores que conheço. O local é muito bacana e tem tudo que uma competição precisa. Com certeza foi uma boa escolha para o Mundial”, explica Samuel Albrecht, velejador olímpico e tático do veleiro Crioula 29.

Além das caraterísticas técnicas da raia, Jurerê chama atenção também pelo clima, bastante ameno e propício para competições, e pela cor do mar, que tornarão as regatas bonitas e agradáveis.

“É uma bela raia, um palco ideal para um campeonato de altíssimo nível. Nunca competi em Jurerê nessa época do ano, mas tenho certeza que os navegadores se impressionarão com suas caraterísticas”, comenta o velejador Henrique Haddad, do barco Carioca 04, que está em preparação para as Olimpíadas do Rio de Janeiro.