29 de abril de 2015

Oi Rio Pro nos 25 anos do Rio de Janeiro

Billabong Pro Rio

Foto: Daniel Smorigo //

A etapa brasileira da World Surf League tem novo patrocínio cota naming da Oi e será apresentada pela Corona no Postinho da Barra da Tijuca, com uma estrutura alternativa no Meio da Barra para também receber os melhores do mundo entre os dias 11 e 22 de maio.

Oi Rio Pro é a nova etapa brasileira da World Surf League, que já começa a ser preparada para receber os melhores surfistas do mundo nos dias 11 a 22 de maio no Rio de Janeiro. O palco principal continua sendo no início da Barra da Tijuca, em frente às ondas do Postinho, próximo da barraca do Pepê, mas uma estrutura alternativa será instalada também no Meio da Barra (Posto 6), para ser utilizada se o mar estiver em melhores condições. O Oi Rio Pro estreia quando a capital do Rio de Janeiro completa 25 anos sediando uma das etapas válidas pelo título mundial de surfe, com a marca histórica sendo atingida em plena comemoração dos 450 anos de fundação da Cidade Maravilhosa.

O momento é especial também dentro d´água, com a participação de Gabriel Medina como primeiro brasileiro a conquistar o título mundial no circuito iniciado em 1976. E os brasileiros começaram bem a temporada 2015 do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour, com duas vitórias na “perna australiana”. Adriano de Souza ganhou a última delas nas ondas poderosas de Margaret River e vai defender a liderança do ranking no Oi Rio Pro. Filipe Toledo venceu a primeira na Gold Coast e está em terceiro, com o australiano Mick Fanning entre eles. Os também paulistas Miguel Pupo e Wiggolly Dantas e os potiguares Jadson André e Italo Ferreira, completam a “seleção brasileira” entre os top-34 que disputam o título mundial e a cearense Silvana Lima é a única representante nas top-17.

“Temos em nossas diretrizes o apoio ao esporte como uma ferramenta de inclusão social e um dos elementos de aproximação junto aos nossos públicos. O patrocínio ao Oi Rio Pro, que tem como atual campeão mundial Gabriel Medina, embaixador do Oi Galera, é motivo de orgulho para a empresa”, disse Bruno Cremona, Gerente de Patrocínios e Eventos da Oi. A ligação da Oi com o surfe começou em outubro de 2014, quando a empresa anunciou Gabriel Medina como atleta Oi e embaixador do Oi Galera: “O Gabriel Medina se identifica totalmente com o público-alvo da Oi e do Oi Galera. Para a Oi, o surfe e o esporte são instrumentos de transformação social, o que demonstram seu comprometimento com o futuro dos jovens, agregando valor a sua marca”.

Para torcer para os brasileiros e assistir as grandes estrelas do esporte competindo nas ondas cariocas, como os campeões mundiais Kelly Slater, Mick Fanning, Joel Parkinson e C. J. Hobgood, e ainda John John Florence, Julian Wilson, Josh Kerr, Nat Young, entre outros, é só escolher o melhor lugar nas areias do Postinho ou do Posto 6 no Meio da Barra sem pagar nada, ou acompanhar a transmissão ao vivo pelo www.worldsurfleague.com. Entre os patrocinadores e apoiadores da etapa brasileira da World Surf League estão a Oi, Samsung e Corona, Prefeitura do Rio de Janeiro, Governo do Estado do Rio de Janeiro pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Lei de Incentivo ao Esporte, além de Jeep, Go Pro, Coppertone e Guaraná Antarctica.

“Seja na Barra da Tijuca, no Arpoador, na Prainha ou em São Conrado, o surfe está na alma do carioca”, disse o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. “Receber a elite mundial do surfe em mais uma etapa do World Championship Tour, é uma honra para a cidade e para os cariocas amantes do esporte. A realização do Circuito Mundial de Surfe reforça a vocação do Rio em sediar grandes eventos esportivos. E não há nada que combine mais com o carioca do que uma competição que lota as nossas areias, tendo como cenário não apenas tubos e aéreos desses monstros do esporte, mas as belezas naturais da Cidade Maravilhosa que emolduram suas impressionantes manobras. E a etapa carioca ganha um sabor especial este ano, sendo promovido no país do primeiro brasileiro campeão mundial, Gabriel Medina”.

O prazo do Oi Rio Pro começa em 11 de maio e vai até o dia 22, mas ele pode ser completado em apenas seis dias. Este período alongado é para que a competição aconteça nas melhores ondas possíveis. A comissão técnica se reúne sempre nas primeiras horas de cada manhã para analisar as condições do mar e decidir se haverá competição e qual categoria abrirá o dia, se a masculina ou a feminina, além de onde será disputada. No caso do Rio de Janeiro esse ano, ou no palco principal no Postinho da Barra da Tijuca, ou na estrutura alternativa no Meio da Barra. O primeiro dia é imperdível, pois todos competem na rodada de apresentação dos melhores surfistas do mundo no Oi Rio Pro.

“Vivemos um dos melhores momentos da história do surfe brasileiro e é um orgulho para a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude, apoiar essa etapa do mundial de surfe”, disse Marco Antônio Cabral, Secretário de Esporte, Lazer e Juventude do Governo do Estado do Rio de Janeiro. “O esporte gera inclusão social e transmite valores para nossas crianças e jovens. Estamos muito empolgados em levar cada vez mais competições e aproximar o público de grandes atletas. Sucesso a todos os surfistas e boas ondas”.