19 de janeiro de 2016

Os campeões catarinenses de surf 2015

Campeões Catarinenses 2015, Foto Márcio David

Foto: Márcio David //

Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2015 encerra com chave de ouro na Praia da Vila.

Com certeza, Netuno e São Pedro se combinaram para presentear os representantes da nova geração do surf catarinense que estiveram reunidos neste fim de semana na Praia da Vila, em Imbituba, para as disputas da grande final do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2015 que encerrou no último domingo com chave de ouro e definiu os Campeões Catarinenses de Surf 2015.

Após dois adiamentos das competições por falta de ondas, a etapa decisiva do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2015 começou no sábado pela finalização da etapa de Balneário Camboriú, que havia sido interrompida por falta de ondas. O dia foi perfeito, com muito sol, calor, praia lotada, e principalmente altas ondas, na faixa de um metro com séries maiores, que esquentaram as disputas pelos títulos da temporada.

No domingo as ondas melhoraram ainda mais e a Praia da Vila mostrou porque é considerada uma das melhores ondas do Brasil, com direitas e esquerdas iradas que chegavam aos dois metros nas séries, proporcionando um verdadeiro show de surfe para o pessoal que veio prestigiar o evento e lotou a bela e paradisíaca Praia da Vila neste domingão.

Entre os destaques desta última etapa do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2015 podemos ressaltar as baterias finais das categorias Open e Junior, que literalmente pegaram fogo e arrancaram aplausos da galera na areia. Na categoria Open o surfista local da Praia da Vila Victor Borges venceu a etapa fazendo uma excelente apresentação com manobras fortes na parte crítica da onda, totalmente dentro dos critérios exigidos pelos juízes, somando um total de 19,30 pontos, dos 20 possíveis em uma bateria. O campeão catarinense 2015 da categoria Open foi o surfista de Navegantes Derek Adriano com 7.257 pontos, após 9 etapas, com três descartes.

Na categoria Junior o bicho pegou e Leonardo Barcelos, que também é local da Praia da Vila, foi o grande campeão da etapa com uma nota 10 no seu somatório, mostrando conhecer muito bem as ondas do quintal de casa. Leonardo foi um dos destaques da competição surfando muito bem e cravando o recorde da maior nota da competição. Mesmo ficando com a terceira colocação na etapa o surfista de São Francisco do Sul, Luan Garcia de 17 anos de idade, consagrou-se tri campeão catarinense. Luan foi campeão em 2013 na categoria Iniciantes, 2014 na categoria Mirim e 2015 na categoria Junior.

A categoria Mirim não foi diferente, mais um local da Praia da Vila fez bonito na grande final e venceu seus adversários somando o dobro da pontuação. Foi o surfista Anderson Junior, um dos novos talentos do surf catarinense, que foi campeão do Rip Curl Grom Seach 2015 na categoria Mirim, e representará Santa Catarina e o Brasil na final mundial da competição este ano, possivelmente na Indonésia. O campeão catarinense 2015 da categoria foi o surfista Luan Piazera, 16 anos, de Balneário Camboriú somando 8.710 pontos.

Na categoria Iniciantes a vitória da etapa ficou com o surfista de Itajaí Walley Guimarães e o campeão catarinense de 2015 foi o atleta Ryan Cordeiro, 14 anos, de Itapoá no litoral norte do estado. Na categoria Infantil o atleta Léo Casal, 11 anos, da Praia do Campeche em Florianópolis, foi o grande campeão vencendo a etapa e confirmando o título de campeão catarinense 2015 na categoria Infantil.

A final da categoria Máster também foi disputadíssima e o surfista Álvaro Bacana, maranhense radicado em Floripa, achou as melhores ondas da final e garantiu o lugar mais alto do pódio na Praia da Vila. Com a vitória Bacana conquistou também o título de tricampeão catarinense na categoria Máster.

Na categoria Kahuna o surfista Ricardo Goufal foi o melhor na final e venceu a etapa de Imbituba. O campeão catarinense 2015 da categoria Kahuna foi o surfista de Balneário Camboriú Saulo Lyra, de 52 anos de idade, muitos deles dedicados ao surfe.

Na categoria Feminino a campeã da etapa foi a paranaense Andressa Carvalho e quem ficou com o título de campeã catarinense 2015 foi a surfista Manu Pacheco, 15 anos, local da Praia Brava de Florianópolis.

Com o encerramento do Circuito Catarinense Oceano de Surf Amador 2015, encerrou-se também a gestão de Fred Leite como Presidente da Fecasurf. Fred assumiu a presidência em 2008 e até hoje conduziu com firmeza e competência, apesar das dificuldades, a entidade que é considerada a mais organizada e atuante do país. O ex-presidente se despediu agradecendo a todos que lhe apoiaram nesta caminhada de sucesso e confirmou que a partir de agora será promotor de eventos, e já promete novidades para breve.