Pedro Veniss vence mais uma prova e levanta a torcida

Foto: Luis Ruas //

Com público que já chegou a 49 mil visitantes, evento na Hípica Paulista terminou nesse domingo com GP Longines, válido pelo Campeonato Brasileiro Hyundai Senior Top, etapa seletiva da Copa do Mundo e qualificativa olímpica.

O páreo foi de tirar o fôlego. Dos 80 conjuntos que largaram no Clássico, a 1.40 metro, 12 habilitaram-se ao desempate na noite do sábado, no Concurso de Salto Internacional e Nacional Longines Indoor na Sociedade Hípica Paulista.

Rodrigo Tsau com Teka GMS, vencedor da primeira prova a 1.40 metro, era líder sem faltas em 33s17. Mas Pedro Veniss com Azrael W Sanol Dog Protécnica, que havia emplacado em 2º lugar na primeira prova a 1.40 metro, dessa vez foi à forra e garantiu a vitória com pista limpa em 32s83, levantando a torcida na Hípica Paulista que teve um público de aproximadamente 28 mil visitantes somente no sábado.

“Sem dúvida, competir com incentivo da torcida no Brasil é uma emoção muito grande. Antes eu vinha ao Brasil saltar o Athina Horse Show e agora é muito especial disputar o Indoor em casa na Hípica Paulista”, destacou Pedro, 33, que começou sua carreira na entidade e mora na Europa há 15 anos. “Quero agradecer aos proprietários que me cederam os cavalos que são todos fantásticos!”, acrescentou o cavaleiro que também venceu o primeiro páreo internacional com Challenger JMen, montaria com a qual disputa o GP Longines, válido pelo Campeonato Brasileiro Hyundai Senior Top, que encerrou a competição no domingo.

O cavaleiro olímpico, Cassio Rivetti, que também começou sua carreira na Hípica Paulista e hoje defende a Ucrânia, emplacou em 3º lugar com Larcos do Refúgio, pista limpa, 34s56.

Final Hermès Young Talent

A disputa também definiu o campeão do Hermès Young Talent, que reuniu cavaleiros e amazonas entre 16 e 25 anos, valendo uma clínica com o campeão olímpico Rodrigo Pessoa, no início de 2016, no Winter Equestrian Festival. E o grande campeão foi o carioca Victor Mariano Luminatti. Na 2ª colocação houve empate entre Pedro Backheuser e Guilherme Foroni.

Potência

Na noite da sábado, outra grande atração foi a prova de Potência. O cavaleiro olímpico Luis Felipe Azevedo (62), o Felipinho, conseguiu ultrapassar a marca de 2.08 M montando o tordilho Quolibri. O público foi ao delírio!!!