31 de outubro de 2014

Pepsi on Stage apresenta Nando Reis & Os Infernais

Nando Reis por bruno trindade 1

Foto: Bruno Trindade //

Um dos artistas mais queridos pelo público gaúcho vai retornar a Porto Alegre para um show que tem tudo para ser ainda mais marcante.

Nando Reis subirá ao palco do Pepsi on Stage, no dia 1º de novembro, para mais um espetáculo do CD e DVD “Sei Como Foi em BH”. E a apresentação, repleta de novidades, contará pela primeira vez na capital gaúcha com o seu cenário completo, naipe de metais e a participação mais do que especial do projeto Dois Reis, formado por Theo e Sebastião, filhos de Nando, que irão relembrar ao lado do pai alguns lados B e hits antigos dos Titãs. Além disso, nenhum clássico ficará de fora da apresentação, como “Sou Dela”, “Família”, “All Star”, “Estatódea” e faixas do recente “Sei”, como “Pré-Sal” e “Back in Vânia”.

A promessa é de casa cheia. Tanto é verdade que a procura por ingressos vem sendo tão intensa que todas as entradas já estão no terceiro e último lote, em todos os setores do Pepsi on Stage. No momento, os bilhetes podem ser encontrados à venda nas lojas Multisom e Youcom pelos valores de R$ 120 (pista premium), R$ 70 (pista) e R$ 105 (mezanino). Quem preferir adquirir o seu ingresso pela internet, é só acessar a página www.minhanetrada.com.br/opiniao. A abertura do show ficará por conta de Edu Conte, representante da nova geração do pop gaúcho e que lançou no começo do ano o seu primeiro EP “Edu Conte e a Banda de Apartamento”.

NANDO REIS

A história de Nando Reis é extensa e iniciou ainda nos primórdios dos anos 80. Ex-baixista do Titãs, o músico deixou o grupo em 2000, após vinte anos de estrada, para se dedicar exclusivamente a sua carreira solo, acompanhado pela banda Os Infernais. O primeiro registro da nova empreitada foi o álbum “Infernal”, de 2001. Na sequência, vieram “A Letra A”, de 2003, e o bem recebido “MTV Ao Vivo”, de 2005. O CD – acompanhado de um DVD gravado no Opinião em meados de 2004 – é até hoje o principal sucesso da trajetória individual de Nando Reis. Eles venderam juntos mais de 300 mil cópias.

Nando Reis é conhecido e reconhecido como um dos maiores compositores da sua geração e autor de diversos sucessos e hits radiofônicos, como “Diariamente” (Marisa Monte), “Relicário” (Cássia Eller), “Resposta” (Skank) e “Do Seu Lado” (Jota Quest), entre outros. Na sua discografia própria, “Sim ou Não,” de 2006, e “Drês”, de 2009, foram os últimos trabalhos inéditos assinados pelo compositor paulista. O DVD “MTV Ao Vivo Bailão do Ruivão”, de 2010, era o derradeiro registro de Nando Reis. O hiato criativo de pouco mais de três anos foi interrompido com o novíssimo “Sei”, lançado no final do ano passado.

O disco teve a produção assinada por Jack Endino, notória figura do universo musical, que já produziu bandas como Nirvana e Soundgarden, e contou ainda com a participação mais do que especial de Marisa Monte. Após romper com a sua gravadora, Nando Reis investiu em uma mecânica de venda bastante simples para o disco “Sei”. Depois de uma degustação gratuita via streaming, o fã opina sobre qual valor acha justo pagar pelo álbum. A cada semana, o valor médio é calculado e divulgado como preço final.

A formação de Nando Reis & Os Infernais tem Nando Reis (vocal e violão), Walter Villaça (guitarra), Felipe Cambraia (baixo), Alex Veley (teclados), Diogo Gameiro (bateria), e conta também com Gil Miranda e Hannah Lima no backing vocal. Os seus últimos shows na capital gaúcha foram realizados no final de março, no Opinião, em quatro sessões com ingressos lotados.