30 de maio de 2017

Pole Dance para manter a saúde, a mente e o corpo em dia

Clipe Vanessa Costa-115

Foto: Divulgação //

Que exercício físico, alimentação correta e uma boa noite de sono melhoram a qualidade de vida, não é mais segredo.

A novidade é que o esporte que caiu nas graças de artistas como Giovanna Ewbank, Monique Alfradique, Luma Costa, Mirella Santos, Adriana Bombom e Antônia Fontenelle, anda chamando muita atenção não só pela desenvoltura, mas também por todos os benefícios que oferece.

O Pole Dance é uma atividade de alto rendimento, que proporciona força e traz inúmeros benefícios à postura corporal. Segundo Vanessa Costa, percursora do esporte no Brasil e fundadora da Federação Brasileira de Pole Dance “mulheres que se exercitam 30 minutos ao dia, pelo menos por cinco vezes por semana, têm melhores resultados com relação a saúde e o corpo”.

O esporte é capaz de prevenir doenças e proporcionar longevidade, e também resulta em uma queima média de 600 calorias por aula, ou seja, ajuda a manter o corpo em forma. Além disso, regula a pressão arterial, a frequência cardíaca e respiratória, alivia o estresse e a ansiedade, fortalece os ossos e diminui o risco de doenças no coração, pressão alta, osteoporose, diabetes e obesidade. São inúmeros benefícios em uma única atividade!

SOBRE VANESSA COSTA

Carioca de 36 anos, formada em Ciências Sociais pela UFRJ, Vanessa Costa é percursora do pole dance no Brasil. A paixão pelo esporte começou em 2008 quando viajou para Amsterdã e assistiu uma apresentação. De volta ao Brasil, resolveu se especializar na Argentina onde a modalidade já estava estabelecida.

Em 2010 inaugurou a Ultra Modern Dance, escola de formação em pole dance no Rio de Janeiro, o que rendeu o prêmio de Melhor Escola, concedido por uma revista inglesa especializada no segmento, em seu primeiro ano de atuação. Hoje, a unidade é uma referência no assunto.

Vanessa também fundou a Federação Brasileira de Pole Dance, organização sem fins lucrativos que visa a legitima prática da atividade no Brasil, com tudo, participou do lançamento do livro de regras gerais da atividade esportiva, em 2010. A Federação também é responsável pela realização dos maiores campeonatos esportivos nacionais da categoria: o Pole World Cup e a Pole Panamerican, como também as edições nacionais da modalidade. Além disso, a profissional integra o comitê técnico da Federação Internacional de Pole Dance, o IPSAF (International Pole Sports and Arts Federation).