26 de novembro de 2015

Primeiro dia do evento-teste de Badminton

Lin Dan

Foto: Pedro Martins/BWF //

No Riocentro, o também pentacampeão mundial não teve dificuldade para derrotar o brasileiro Igor Ibrahim.

Atual bicampeão olímpico e pentacampeão mundial, o chinês Lin Dan começou bem sua participação no II Yonex Brasil Open, competição válida como evento-teste do badminton para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Na última terça-feira, no torneio com o mesmo formato da disputa olímpica, com fase de grupos seguida de eliminatória, o terceiro colocado no ranking mundial não teve dificuldade para vencer o brasileiro Igor Ibrahim (921º), pelo Grupo A, por 2 sets a 0, parciais de 21-12 e 21-5.

“É muito interessante poder participar deste evento, nesta instalação. Estamos próximos dos Jogos Olímpicos. Essa é uma viagem especial porque nunca tinha jogado aqui e é bom para conhecer o local”, disse Lin Dan que, nesta quarta-feira (dia 25), irá enfrentar o eslovaco Matej Hlinican (168º), às 12h30 (de Brasília).

Quem também começou bem foi o número um do Brasil e 72º no ranking mundial, Ygor Coelho. Pelo Grupo G, ele derrotou o eslovaco Jarolim Vicen (130º), por 2 sets a 1, parciais de 19-21, 21-18 e 21-14, e depois contou com a desistência do jamaicano Gareth Henry (229º). Ele ainda teve a oportunidade de conhecer e cumprimentar o ídolo Lin Dan. Tudo isso no dia do seu aniversário de 19 anos.

“Fiquei nervoso por ser um evento-teste, com toda a minha família presente. Mas estou feliz por jogar em casa, ter ganhado e conhecido o Lin Dan. Foi meu presente de aniversário. Quero jogar muito bem este torneio. Há três anos não comemorava meu aniversário no Rio”, afirmou o brasileiro.

Na chave feminina, a americana Rong Schafer (36ª) venceu com facilidade a brasileira Paloma da Silva (335ª), pelo Grupo A, por 2 sets a 0, parciais de 21-4 e 21-6. Número um do Brasil, Lohaynny Vicente (63ª) também começou bem sua caminhada na competição. Pelo Grupo B, derrotou a indiana Lalita Dahiya (190º), por 2 sets a 0, parciais de 21-10 e 21-5.

Nas duplas femininas, as holandesas Eefje Muskens e Selena Piek, que estão na oitava posição no ranking mundial, derrotaram as brasileiras Lohaynny e Luana Vicente (44ª), pelo Grupo A, por 2 sets a 0, parciais de 21-11 e 21-13. Nas mistas, os alemães Michael Fuchs e Birgit Michels, atuais 14º colocados no ranking mundial venceram, pelo Grupo A, os brasileiros Igor Ibrahim e Paloma da Silva, por 2 sets a 0, parciais de 21-8 e 21-9.

Durante o primeiro dia de disputa, o Secretário Geral da Federação Mundial de Badminton (BWF), Thomas Lund, falou sobre a realização da competição. “Faremos vários pequenos testes nos bastidores, testaremos como funciona a instalação. Até agora tivemos um bom feedback”, disse o dirigente.