13 de abril de 2015

Rally da Ilha 2015 revela campeões

249884_490295_creditos_luciano_santos_dfotos

Foto: Luciano Santos //

Gregório Caselani Azevedo (motos), Leonardo Milesi (quadris) e Zé Hélio Rodrigues Filho (UTVs) faturam o título da 8ª edição da prova em disputa acirrada em todas as categorias.

O cenário para a disputa da segunda prova do Campeonato Brasileiro de Rally Baja foram as paisagens exuberantes do litoral sul paulista, na região do Balneário Estância de Ilha Comprida. Os competidores superaram uma variedade de obstáculos e terreno diversificado, trechos de areia, grandes retas, erosões, pedregulhos, curvas sinuosas, travessia por riachos, lombadas, subidas e descidas. Ao todo foram 388 quilômetros de percurso entre especiais cronometradas e deslocamentos, em dois dias de disputas, divididos em quatro voltas para os competidores das Motos, Quadriciclos e UTVs, vindos de diversos estados do País.

Nas Motos, o título do Rally da Ilha foi decidido por segundos entre os quatro primeiros colocados. Estavam no páreo Ramon Sacilotti, Ricardo Martins e Rodolpho Costa, além do gaúcho Gregório Caselani Azevedo, categoria Super Production/Protótipo Ultra Caselani Plus, que venceu todas as especiais, menos o Super Prime nos dois dias na classificação geral das Motos, com o tempo de 3h23m47s.

“Estou muito feliz. Uma prova muito boa, consegui terminar o primeiro domínio deste ano. A moto esteve 100%, perfeita em todo o percurso, aguentou todas as especiais com excelência. Agora espero manter o ritmo até o final do campeonato e conquistar o título”, comemora o piloto da moto #1, de Caxias do Sul (RS).

O paulista Rodolpho Costa, que ficou em segundo e contou que o dia foi bem seletivo. “Devido os UTVs terem mexido o terreno, então ficou mais técnico, exigiu mais fisicamente. Um dia com maior grau de dificuldade. Mas valeu, deu tudo certo não cai, a moto está inteira e o principal que consegui pontuar bem e quero manter uma regularidade no campeonato, pois está todo mundo com “fome” pelo título”, explicou o piloto da Kawasaki Bike Box, Super Production.

“Este ano deu tudo certo”, disse Ramon Sacilotti #5 (campeão das edições de 2012 e 2013). “Estava bem difícil a especial de hoje, mas a prova bem organizada, bem sinalizada e prazeroso de competir”, conta o piloto paulista que garantiu a terceira posição com a Kawasaki Rinaldi/Super Production.

Quadriciclos

O também representante de Caxias do Sul (RS), Leonardo Milesi (Polaris Scrambler XP 1000 2014/4×4), venceu os dois dias do rali entre os Quadriciclos, e no acumulado fechou com o tempo de 3h47m31s. O piloto sofreu uma queda na última especial deste domingo e machucou o joelho, mas passa bem.

“Como sempre é, e este não foi diferente, considero o Rally da Ilha o mais duro do calendário. Muita reta e longos trechos de areia, que forçam o equipamento e foi complicado para manter um bom ritmo no traçado depois da passagem dos UTVs. Mas é uma prova que todos gostam de participar porque nos desafia, e hoje o esforço foi redobrado para terminar em primeiro”, contou Milesi.

UTVs

Zé Hélio Rodrigues Filho é o campeão do Rally da Ilha 2015 na UTV, com o tempo de 3h36m02s e foi o sétimo colocado no acumulado geral entre as motos, quadriciclos. Este é o segundo ano do piloto na disputa entre os UTVs. “Foi uma boa prova, traçado espetacular, briga acirrada até o último dia. Na última volta larguei com quatro segundos de diferença. A organização está de parabéns e toda infraestrutura que deu para nós aqui na Ilha foi nota 10″, explicou o piloto paulista do Polaris RZR XP000, da equipe Polaris Racing Brasil.

Recorde batido

O Rally da Ilha bate recorde. Afinal, a disputa, válida pela segunda prova (terceira e quarta etapa) do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, reuni as principais feras das provas off-road. O evento contou com 77 participantes neste final de semana. Sendo que, os UTVs foram o maior número e marcaram também recorde em provas no Brasil, com 47 grid de veículos inscritos.

“Estamos contentes pela boa presença deste ano e de quebrarmos o recorde de participantes, foram 73 no ano passado. Ver o grande número de UTVs na disputa foi extraordinário. Com isso, confirmamos que estamos no caminho certo”, destaca Henrique Arena, diretor-geral do evento.

O parque de apoio do 8º Rally da Ilha, secretaria de prova, vistorias, briefings, largadas, parque fechado e premiação estiveram montados na Avenida Beira Mar, próximo ao Corpo de Bombeiros, em Ilha Comprida (SP).

Próximos eventos

O evento válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Baja contou pontos para a segunda prova do torneio nacional (terceira e quarta etapas). A próxima disputa será o Rally Cuesta Off Road para as modalidades de Rally Baja e Cross Country, nos dias 13 e 14 de junho em Botucatu, interior paulista. No mês seguinte, também organizado pela Arena Promoções e Eventos acontecerá a prova inédita dos calendários nacionais, o Rally Jalapão 500 no Tocantins/TO, nos dias 04 e 05.

A 8ª edição do Rally da Ilha será válida pela 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Baja. É uma realização da Arena Promoções e Eventos e têm a supervisão da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo. A prova conta com o patrocínio da Can-Am e, apoio da Bike Box e da Prefeitura Municipal de Ilha Comprida.