Ricardo Pscheidt é vice-campeão na Costa Rica

Foto: Divulgação //

Com o resultado, o catarinense somou 40 pontos nos rankings olímpico e mundial de mountain bike.

O catarinense Ricardo Pscheid (Trek/Shimano) representou o Brasil no último domingo na Fecha Copa Nacional, em Alajuela, na Costa Rica. Com o vice-campeonato conquistado, o atleta do Shimano Sports Team somou mais 40 pontos nos rankings UCI (União Ciclística Internacional), mantendo vivo o sonho de representar o País na Rio 2016.

Com o tempo de 1h39min49, Ricardo Pscheidt foi o único estrangeiro no pódio da elite masculina, vencida por Paolo Montoya (1h37min41). Diego Solano, Carlos Herrera e Frederico Mendez completaram as cinco primeiras colocações. “Estou muito feliz com esse resultado. A esperança de representar o Brasil na Rio 2016 volta a crescer. Como era de se esperar, fez muito calor e o tempo estava muito seco. Fiz uma prova planejando friamente cada volta para não errar e sempre andando entre os primeiros colocados”, contou Pshceidt.

“A pista estava bastante técnica com diversas alterações feitas pela organização e também muito travada”, avaliou o catarinense. “O grupo Shimano XTR Di2 de troca de marchas eletrônica funcionou perfeitamente, o que me ajudou a obter um melhor desempenho. No set-up da minha bike, optei por uma coroa de 32 dentes, o que se mostrou bastante efetivo”, complementou Ricardo Pscheidt.

Com os pontos conquistados na Fecha Copa Nacional, aumentam a possibilidade de Ricardo Pscheidt estar na Rio 2016, uma vez que existem chances reais de o Brasil ter um segundo representante no cross country olímpico (XCO). Além do já classificado Henrique Avancini, a briga de Pscheidt está polarizada com o mineiro Rubinho Valeriano. Se antes o atleta Shimano estava 34 pontos atrás de Rubinho, com os 40 pontos trazidos na bagagem da Costa Rica o catarinense deve ultrapassar seu rival na próxima atualização do ranking UCI.