3 de novembro de 2015

Robert Scheidt é o quarto entre os 20 melhores do mundo

268163_553768_268078_553511_150819_sailingenergy_jr_11657

Foto: Jesús Renedo //

Maior atleta olímpico brasileiro perdeu o pódio apenas na reta final da última etapa da Copa do Mundo de Vela, e segue confiante para a Copa Brasil.

Vice-líder durante toda a etapa final da Copa do Mundo de Vela, Robert Scheidt ficou muito perto de subir ao pódio da competição. O brasileiro segurou a medalha de prata até a metade da medal race, disputada na manhã do último domingo, em Abu Dhabi. Perdeu a medalha apenas na reta final da disputa e terminou em quarto lugar, com 36 pontos perdidos, mesma pontuação do australiano Mathew Wearn, terceiro colocado. O também australiano Tom Burton confirmou a liderança e foi o campeão, seguido pelo cipriota Pavlos Kontides.

Scheidt, dono de cinco medalhas olímpicas (dois ouros, duas pratas e um bronze) e 14 títulos mundiais entre Laser e Star, começou a disputa em sétimo lugar e subiu para a sexta posição na segunda marca. Com o cipriota em segundo, o brasileiro ainda assegurava a medalha de prata.

“A regata largou bem na transição do vento da manhã para o da tarde. Na segunda volta, o vento parou e girou tudo para a direita. Com isso, perdi muitas posições e abri a oportunidade para o cipriota e o australiano (Mathew Wearn)”, explica Scheidt. O velejador passou para o nono lugar na terceira marca, enquanto Pavlos Kontides assumiu a liderança. Wearn, em sexto, garantiu o bronze.

O brasileiro fez um balanço positivo da competição, restrita aos 20 primeiros colocados do ranking mundial da Laser. “Independente do resultado final, eu melhorei bastante a minha velejada, do evento-teste para cá, e isso é fundamental para me dar entrada no ano olímpico”, destaca Scheidt, patrocinado pelo Banco do Brasil, Rolex, Deloitte e Audi, com os apoios de COB e CBVela. “Agora é continuar trabalhando duro para ficar com a medalha na próxima competição.”

Scheidt encerrará a temporada na Copa Brasil, último encontro do ano entre os principais candidatos ao pódio olímpico na Vela. A competição será disputada no Rio de Janeiro, de 15 a 20 de dezembro.