23 de julho de 2016

Scheidt vence Semana Internacional de Vela

289169_623104_robertsemanariofred

Foto: Fred Hoffmann //

O maior medalhista olímpico do Brasil conquistou o título ao derrotar outros 33 velejadores de 24 países.

Na reta final de preparação para a Olimpíada do Rio de Janeiro, a partir de 5 de agosto, Robert Scheidt comprova estar em grande forma e pronto para lutar pela medalha de ouro. O maior medalhista olímpico do Brasil (com cinco medalhas) venceu a classe Laser da Semana Internacional de Vela do Rio de Janeiro, que teve sua segunda fase encerrada na última segunda-feira, no iate clube da capital carioca.

A Semana Internacional de Vela do Rio integra a fase final de treinos para os Jogos Olímpicos. E, mais uma vez, Scheidt comprovou que experiência e regularidade fazem toda a diferença no iatismo. Em uma disputa que contou com 34 inscritos, de 24 países, o brasileiro levantou o título vencendo apenas uma das oito regatas, mas confirmou sua habitual regularidade. Mantendo-se sempre nas primeiras colocações ao longo da disputa, abriu 24 pontos de vantagem sobre o canadense Lee Parkhill, vice-campeão nas águas da Baia de Guanabara.

As disputas da classe Laser nos Jogos Olímpicos começam dia 8 de agosto e Scheidt velejará em busca do tricampeonato na sua sexta e última Olimpíada. Aos 43 anos, será o atleta mais velho da sua categoria e vai duelar com competidores até 20 anos mais jovens. Motivado e extremamente bem preparado, Robert sabe que vai contar com a torcida de todos os brasileiros, além dos amigos, familiares. O clima de intimidade aumentará ainda mais porque sua mulher, a lituana Gintare também disputará os Jogos do Rio na classe Laser Radial.

Além do título desta segunda-feira, no Rio, em 2016, Scheidt soma dois títulos consecutivos. Após vencer, no começo de janeiro, o Brasileiro de Laser, no Rio de Janeiro, o velejador conquistou, no fim do mesmo mês, seu sexto título em Miami da Copa do Mundo de Vela. No início de abril, garantiu a prata no Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca na Espanha. Na disputa do Campeonato Mundial de Laser, em maio, em Nuevo Vallarta, no México, ele terminou em 10º lugar. Na carreira são 175 títulos – 86 internacionais e 89 nacionais – além de cinco medalhas olímpicas (duas de ouro, duas de prata e uma de bronze).