Sul-Americano Sub-22 feminino

Foto: Divulgação   //

Brasileiras derrotam colombianas e faturam a primeira edição do campeonato.

O domingo foi mesmo produtivo para o voleibol brasileiro. Depois dos títulos no Grand Prix e no Circuito Mundial de Vôlei de Praia, o dia terminou com a conquista do Sul-Americano Sub-22 feminino e, Popayán (COL). Na partida que definiu o campeão, o Brasil derrotou as donas da casa por 3 sets a 0 (25/13, 25/8 e25/12), no Coliseu Desportivo do Complexo Desportivo. A oposto Paula foi a maior pontuadora ao marcar 13 vezes.

A capitã da equipe, a ponteira Rosamaria, afirmou que o triunfo foi fruto de um trabalho em grupo. “Estou muito feliz, não apenas com o titulo, mas também com a evolução da minha equipe no campeonato. Foi um jogo sensacional e um torneio maravilhoso pra nos. É resultado de um trabalho de preparação muito forte e dedicação do grupo”, contou a atleta que marcou sete pontos na partida final.

O jogo

Apesar da pressão da torcida, o Brasil não se intimidou e conseguiu abrir vantagem logo no começo, principalmente em razão ao bom trabalho do bloqueio. A diferença já era grande na primeira parada técnica, 8/2. Na sequência do set, o saque brasileiro dificultou o passe colombiano, e sem opções, as donas da casa insistiam em bolas altas nas pontas, dando mais chances à defesa das visitantes. A vantagem brasileira cresceu gradativamente até o fim do set em 25/13.

A parcial seguinte começou com o Brasil mais forte no saque, provocando o treinador colombiano gastar os dois pedidos de tempo antes mesmo da parada técnica quando o placar estava 6/0 a favor das brasileiras. A tônica foi mantida e a Colômbia não conseguia acertar a linha de passe. No final, o set foi fechado com mais um erro da defesa colombiana em 25/8.

O terceiro set começou com mais equilíbrio que os anteriores. As colombianas dominaram o placar nos primeiros pontos, mas o Brasil chegou com liderança de 8/5 à parada técnica. Mesmo com o apoio da torcida, as donas da casa eram dominadas pela superioridade técnica das brasileiras.

O time brasileiro terminou a competição com o título e de forma invicta, sem perder nenhum set. A vitória garantiu uma vaga para o mundial da categoria em 2015. Além da vitória, o Brasil ainda contou com quatro atletas na seleção do campeonato: A ponteira Gabi, a central Valquíria, a oposto Paula e a levantadora Juma.

Classificação Final

1º Brasil

2º Colômbia

3º Peru

4º Argentina

5º Chile

6º Venezuela