13 de maio de 2015

Tiago Rodrigues coloca Specialized no pódio em Ilhabela

252476_499706_img_20150510_wa0001

Foto: Divulgação //

Atleta da equipe Specialized/Hoffmann XCO fica em terceiro na etapa de Ilhabela do Xterra Brazil.

O ciclista Tiago Rodrigues conquistou a terceira colocação na prova de Mountain Bike do Xterra Brazil, etapa de Ilhabela, no último domingo. O paulista da equipe Specialized/Hoffmann XCO percorreu os 40,3 km do circuito em 2h13min09s, exatamente seis minutos mais rápido que o quarto colocado. Guilherme Saad e Edivando Cruz foram primeiro e segundo colocados, respectivamente.

“O circuito exigiu muito dos atletas, pois tinha várias pedras lisas e muita lama. Tentei me manter no pelotão da frente até o final da prova, mas senti um pouco de cãibra nas pernas e resolvi garantir a terceira colocação. Foi um ótimo treino para a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (entre sexta-feira e domingo desta semana, em São João del-Rei), que agora passa a ser o meu foco”, resumiu Tiago, equipado com a Specialized S-Works Epic World Cup.

O também paulista Hadi Akkouh (Specialized Factory Team) terminou a prova na décima colocação. Foi a primeira prova de Hadi no Brasil após um período de preparação no Marrocos, onde ele conquistou o vice-campeonato do Marrakech Atlas Etape.

“As pernas estavam doendo muito por causa do voo (entre Marrocos e Brasil), e continuaram doendo até o final da primeira volta. O nível estavam bem alto, tanto dos atletas quanto do percurso, que era bem técnico e ideal para a minha Epic Expert World Cup”, relatou Hadi.

André Lemmi fica em quarto no triatlo

Ainda no Xterra Ilhabela, mas no sábado, o paulista André Lemmi (Xingu Aksa) terminou a prova de triatlo off road (1,5 km de natação, 23,4 km de MTB e 8 km de corrida) na quarta colocação da categoria amadores, com o tempo de 3h06min12s. O trecho de bike foi percorrido com a Specialized S-Works Stumpjumper HT World Cup.

“Foi uma prova bem dura, que exigiu muita técnica dos atletas. Consegui recuperar algumas posições na pedalada, aproveitando principalmente as descidas de downhill. Como já conheço o percurso, consegui me poupar um pouco nas subidas durante a corrida e ‘soltei o freio de mão’ nas descidas e nos trechos planos”, resumiu André.