6 de maio de 2015

Trio Derani, Gonzalez e Yacaman conquista mais um pódio

251782_497347_wecspa116

Foto: Clement Marin //

Ao lado dos companheiros Gustavo Yacaman e Ricardo Gonzalez, brasileiro Pipo Derani é o segundo colocado nas 6 Horas de Spa. Trio assume a liderança da categoria. Próximo desafio é a lendária 24 Horas de Le Mans em junho.

Duas etapas, dois pódios e a liderança do campeonato. No último sábado, o brasileiro Pipo Derani e seus companheiros – o mexicano Ricardo Gonzalez e o colombiano Gustavo Yacaman – conquistaram o segundo lugar nas 6 Horas de Spa-Francorchamps (Bel), na disputa da segunda etapa do FIA WEC (Campeonato Mundial de Endurance), na categoria LMP2.

A vitória ficou com o trio Simon Dolan, Mitch Evans, Harry Tincknell (Gibson 015S – Nissan), da equipe JOTA Sport, que disputa o Campeonato Europeu e não pontua no WEC. Desta forma, Derani e os companheiros somaram os pontos correspondentes à vitória e são os novos líderes na LMP2. Os pilotos do Ligier JS P2 #28 (Dunlop / Nissan), da equipe G-Drive Racing, somam agora 44 pontos no campeonato.

No geral, o primeiro lugar foi do trio Marcel Fässler, André Lotterer e Benoît Tréluyer (Audi R18 e-tron quattro), da categoria LMP1, que repetiu a vitória da etapa de abertura, em Silverstone, na Inglaterra, no mês passado.

Na prova inglesa, Pipo e os companheiros também subiram ao pódio, em segundo. No sábado, em Spa, o trio iniciou a corrida em terceiro lugar na LMP2 (eles largariam em quarto, mas houve uma desclassificação e ganharam uma posição).

“Foi uma corrida difícil, comparando com os vencedores, que estavam realmente num nível acima de nós nesta pista, mas agora somos líderes, somando os pontos da primeira posição, já que a JOTA não pontua no FIA WEC. E, então, vamos para Le Mans na liderança do campeonato, o que é muito legal”, declarou Derani, que aos 21 anos é um dos pilotos mais jovens do campeonato.

O piloto se prepara agora para a disputa da lendária 24 Horas de Le Mans nos dias 13 e 14 de junho, palco da terceira etapa da temporada. “Estamos felizes, mas temos muito trabalho para fazer, especialmente para Le Mans, onde a gente vai competir também contra outras equipes do Europeu. Queremos sair de Le Mans também na liderança, mas queremos andar bem lá e disputar a vitória também. No geral, foi bom. Ainda temos algumas coisas para melhorar no carro e também em nós três, como um time, mas é óbvio que é algo que vai acontecendo naturalmente no decorrer do ano, vamos nos entendendo melhor e é isso. Agora é manter o foco e trabalhar bastante para as próximas provas”, finalizou o piloto paulista.

Trinta e quatro carros participaram das 6 Horas de Spa. Mais dois brasileiros estão na competição. Lucas di Grassi, que corre na LMP1, terminou em sétimo. Fernando Rees, que corre na LMGTE Pro, foi o vencedor na categoria.