23 de abril de 2015

14.600 dias de Sandro Dias! Ídolo do skate faz 40 anos

Sandro Dias - Lifestyle
250593_493301_foto_sd_11
250593_493293_foto_sd_16

Fotos:  Pablo Vaz e Arquivo Pessoal //

Mineirinho faz um balanço de sua carreira como skatista profissional e diz que pretende evoluir ainda mais na modalidade.

Em abril de 1975, nascia em Santo André (SP) um dos principais fenômenos do skate brasileiro e mundial: Sandro Dias, mais conhecido como “Mineirinho”. Ele começou pegando o skate do irmão de um amigo de infância emprestado para brincar e transformou a diversão em profissão. Hoje, um dos principais responsáveis pela mudança da imagem do skate no Brasil, que já foi vista como negativa, Sandro Dias tem no currículo seis títulos mundiais (2003, 2004, 2005, 2006, 2007 e 2011), seis campeonatos brasileiros de skate vertical e três ouros em X-Games (2004, 2006, 2007). E isso é apenas um resumo de uma história de amor de quase 30 anos com o skate.

Em uma entrevista exclusiva logo após o aniversário de 40 anos, Sandro Dias revela que se sente realizado mas ainda tem muitos sonhos para concretizar. Confira na integra:

Quais foram os momentos mais especiais da sua vida no skate?

Acredito que tive diversos momentos especiais e dentre eles posso citar vitórias, derrotas, contusões, surpresas, parcerias, amizades, enfim, vários aprendizados para continuar evoluindo. Porém entre tanta coisa gosto de citar a primeira competição da minha vida em Santo Andre em 1986, a primeira vitória em um campeonato de skate em 1987 no Guarujá, a primeira experiência internacional em 1988, a primeira competição internacional em 1989 no Mundial da Alemanha, meu primeiro X-Games em 1999, o primeiro titulo mundial em 2003, o primeiro 900º em 2004, a medalha de ouro na competição principal dos X-Games em 2006, o recorde mundial de aéreo em 2008, o sexto titulo mundial em 2011… Enfim, muita coisa bacana pra recordar.

E fora dele?

Acredito que o máximo foi ser pai. Não sabia o quanto seria bom.

Você se sente fundamental pelo skate alcançar o status de segunda modalidade do Brasil?

Acredito que ajudei bastante, porem não fiz nada sozinho. A minha geração como um todo teve grande importância para o skate chegar aonde chegou, pois é uma geração que sempre tratou o skate com muito amor e não como um interesse. Temos esse mesmo sentimento até hoje e vamos carregá-lo pra sempre. Porém hoje também é possível conciliar esse amor como forma de sobrevivência.

Hoje você se tornou um ícone do skate mundial. Como é servir de inspiração para os mais novos?

É uma grande responsabilidade, acredito que consigo transmitir coisas boas da minha vida e com isso ajudar e dar esperanças para muitos, sejam jovens ou não. Sempre tive um retorno muito positivo de todas as pessoas.

O que esperar do Sandro Dias nos próximos anos?

Difícil falar de um futuro, porém quero continuar evoluindo e sempre melhorando a cada dia como pessoa, pai, marido, atleta, skatista, amigo, enfim, em tudo. Pretendo continuar sendo um cara que busca alcançar seus objetivos, realizar sonhos e ajudar as pessoa. Enfim, continuar sendo eu mesmo e cada vez melhor.

Fazer 40 anos é diferente ou não muda nada pra você?

Sinceramente, é uma sensação diferente, pois minha cabeça está tão boa que não me sinto com 40 anos. Ás vezes vejo e converso com pessoas da mesma idade ou até mesmo mais novas e percebo que realmente, mesmo tendo grandes responsabilidades, como filho e família, muitas vezes meu pensamento é mais jovem.

Quem é Sandro Dias hoje?

Um cara realizado e feliz em todos os sentidos, porém com muitos sonhos e objetivos a serem realizados.

Você está prestes de realizar o sonho do skatepark em Bragança. O que podemos contar sobre o local?

Estamos começando a divulgação para o acampamento de férias em julho. Estou muito empolgado e ansioso com esse projeto que é mais um sonho, sendo construído com muito carinho. Será um acampamento radical que pode ajudar na parte educativa de muitas crianças, jovens e adultos.