28 de abril de 2015

Uma história de sucesso no triathlon nacional

©2014_Gabriel_Heusi

Foto: Gabriel Heusi //

Evento completa 15 anos em 2015. Prova será no dia 31 de maio, em Jurerê Internacional, com cerca de dois mil participantes.

No dia 31 de maio acontecerá o Ironman Florianópolis 2015, reunindo mais de dois mil competidores de diversos países. Quando o som da tradicional buzinar anunciar a largada, a competição completará 15 anos, período em que marcou significativo crescimento da modalidade no país. Neste ano, além de ser classificatório para o Mundial de Ironman no Havaí, também terá status de Campeonato Latino Americano, distribuindo pontos no ranking (P-4000), 150 mil dólares de premiação para a Elite e 75 vagas para os triatletas da Faixa Etária.

A largada será às 6h45 para a Elite masculina, largando a Elite feminina às 6h50 e a Faixa Etária às 7h. A prova terá área de transição e chegada no Clube Doze de Agosto. A prova terá 3.8 km de natação, 180.2 km de ciclismo e 42.2 km de corrida, com tempo limite de 17h.

O Ironman Florianópolis tem se destacado em vários pontos. Seja na parte técnica, em sua infraestrutura, na receptividade do povo catarinense e no próprio incentivo à prática esportiva, a competição conquistou seu espaço no calendário mundial do circuito. Isso atrai milhares de turistas para a capital de Santa Catarina no mês de maio, gerando uma grande movimentação na cidade. Esse crescimento motivou uma adequação da prova anos atrás, como a mudança da chegada, em princípio no Open Shopping passando depois para o Clube Doze de Agosto, capaz receber o grande volume de pessoas.

Desde sua primeira edição, em 2001, até os dias de hoje, a competição só fez crescer. Na parte técnica, o evento atraiu algumas das feras do Circuito Ironman® como Eduardo Sturla (ARG) e Wendy Ingraham (EUA), vencedores da primeira edição, Oscar Galindez (ARG), Olaf Sabatchus (ALE), Luke McKenzie (AUS), Timothy O´Donnell (EUA), Joanna Zeiger (EUA), Nina Kraft (EUA), Sara Gross (CAN) e Sofie Goss (BEL), só para citar alguns campeões.

Pelo Brasil, destaque para Fernanda Keller, ganhadora de duas edições, e Igor Amorelli, que garantiu o primeira conquista masculina nacional no ano de 2014. Outros grandes atletas brasileiros também se destacaram como Reinaldo Colucci, com a segunda colocação em 2007 e 2009 em 2011; Guilherme Manocchio, em 2011; com Santiago Ascenço, em 2012; com o próprio Igor Amorelli, em 2013. Também houve um terceiro lugar, com Santiago Ascenço, em 2010.

Na esteira deste sucesso, o calendário de provas do circuito também foi crescendo. Motivando provas de Ironman 70.3 em Penha (SC) e Brasília (DF). Na temporada 2014, acompanhando o crescimento da modalidade, o país mostrou sua força e duas novas provas em território nacional foram inauguradas no calendário, totalizando quatro provas: dois Ironman 70.3, Brasília (DF) e Foz do Iguaçu (PR), e dois Ironman, em Florianópolis (FLN) e Fortaleza (CE).

O Ironman Florianópolis distribuirá US 150 mil. A divisão de prêmios entre os atletas da Elite é a seguinte: 1) US$ 30.000; 2) US$ 15.000; 3) US$ 8.000; 4) US$ 6.500; 5) US$ 5.000; 6) US$ 3.500; 7) US$ 2.500; 8) US$ 2.000; 9) US$ 1.500; 10) US$ 1.000. Na Faixa Etária, a novidade será nas vagas para o Mundial de Ironman. Este ano, a prova classificará 75 atletas para a prova de Kona, Havaí, dia 10 de outubro.